Tite recorda triunfo suado sobre Al Ahly no Mundial ao escalar Danilo e Douglas

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Foi Douglas, em um cruzamento inteligente, que deixou Guerrero em condição de marcar o único gol da partida, aos 29 minutos do primeiro tempo

Danilo e Douglas pouco jogaram juntos neste ano, mas têm uma partida marcante lado a lado. Tite se lembrou dela - o triunfo sobre o egípcio Al Ahly, nas semifinais do último Mundial - ao escalar os meio-campistas para o confronto desta quarta-feira, contra o Internacional, em Novo Hamburgo.

Internacional tenta encerrar sequência sem vitória diante do Corinthians

"Ganhamos do Al Ahly, 1 a 0, com os dois juntos. Era um jogo difícil. A gente precisava do controle e teve 60% da posse da bola no primeiro tempo. Era responsabilidade total nossa, e os dois estavam jogando", afirmou o treinador, sorrindo com a recordação do jogo em Toyota.

Daniel Augusto/Agência Corinthians
Douglas, meia do Corinthians

Foi Douglas, em um cruzamento inteligente, que deixou Guerrero em condição de marcar o único gol da partida, aos 29 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, porém, o Corinthians levou sufoco, e Tite trocou Douglas por Jorge Henrique - algo que faria desde o início da final, contra o Chelsea.

Contra o Internacional, o posicionamento da dupla será provavelmente parecido com o adotado no último 12 de dezembro. Danilo deverá atuar pelo direito, tramando jogadas com Edenílson e Ibson - além do próprio Douglas. A chegada desses atletas ajuda o camisa 20.

Tite vê prejuízo do Internacional sem casa, mas imagina caldeirão fervendo

"Com o Douglas no meio, o Danilo vai bem principalmente do lado do lateral infiltrador e do volante infiltrador. Se ele fica de um lado com mais armadores, há a retenção da bola, mas as jogadas ficam um pouco presas", disse Tite, explicando por que o lado esquerdo não é o mais adequado para o experiente meia nesse tipo de situação.

Ao armar o time para o confronto com o Inter, Tite recordou ainda outra partida do Corinthians sob seu comando. Emerson fará o papel de centroavante, função que exerceu muito bem na vitória por 2 a 0 sobre o Boca Juniors, fazendo os gols que deram ao time do Parque São Jorge sua primeira Copa Libertadores, no ano passado.

Leia tudo sobre: DaniloDouglasTiteCorinthiansigspbrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas