Em 2010, equipe gaúcha ficou sete partidas sem triunfar, mesma marca negativa da atual temporada. Já são nove empates nos 16 jogos do Inter até aqui

O Internacional se credenciou como candidato ao título do Campeonato Brasileiro depois de embalar uma sequência de quatro excelentes vitórias diante de Vasco, Fluminense, Flamengo e São Paulo, respectivamente. Porém, uma derrota acachapante contra o lanterna Náutico, fora de casa, no final de julho, marcou uma reviravolta na campanha colorada dentro da competição e igualou a mesma série negativa da temporada 2010, que é a de sete jogos sem saber o que é vencer.

Dunga não tem conseguido fazer o Inter vencer
Wagner Meier/Gazeta Press
Dunga não tem conseguido fazer o Inter vencer

Do jogo em Pernambuco para cá, o time gaúcho não conseguiu mais triunfar. Foram seis jogos e seis empates contra Grêmio, Atlético-PR, Botafogo, Atlético-MG, Goiás e, no último fim de semana, diante do Coritiba . O Inter agora é o time que mais empatou no Brasileirão, com nove igualdades, fato que deixa a equipe na 7ª colocação, dez pontos distante do líder Cruzeiro.

Dunga ganha a volta de seis jogadores ao grupo do Internacional

"Pelo que a gente empatou nos últimos jogos, não dá para comemorar, mas um empate fora é bom resultado. Uma vitória ia ser muito melhor para subir na tabela, mas agora é continuar trabalhando", disse D'Alessandro após o jogo contra o Coritiba. "Cobrança em equipe como o Inter sempre tem, uma equipe campeã, um time grande. Estamos fazendo o nosso trabalho, mas o resultado não está vindo. Vamos continuar que, daqui a pouco, o resultado vai aparecer", completou o argentino.

Na história dos pontos corridos, os times que terminaram com maior número de empates em edições do Campeonato Brasileiro foram Ponte Preta, em 2003, e Botafogo, em 2004. As equipes empataram 18 vezes cada uma e ficaram bem próximas de serem rebaixadas - na época, o torneio era disputado por 24 clubes e, consequentemente, com mais partidas a serem disputadas.

Ataque é único setor do Inter definido para jogo contra o Corinthians

E a atual série de sete jogos sem vencer - uma derrota e seis empates - já iguala a pior sequência do Inter na era dos pontos corridos. Em 2010, quando a equipe de Celso Roth se preparava para o Mundial de Clubes, a marca negativa de sete partidas sem triunfar veio com quatro empates e três derrotas.

A chance de acabar de vez com a fase ruim será nesta quarta-feira, quando o Internacional recebe o Corinthians, às 21h50 (de Brasília), no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.