Com dois gols de Hernane, Flamengo bate Vitória e volta a ganhar no Brasileirão

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Triunfo por 2 a 1 no Maracanã é o primeiro após quatro rodadas e leva a equipe carioca a 22 pontos, um pouco mais distante da zona de rebaixamento

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Hernane toca na saída do goleiro e marca para o Flamengo no Maracanã

Graças ao oportunismo de Hernane, o Flamengo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro após quatro partidas. Com dois gols do atacante, o time comandado por Mano Menezes derrotou o Vitória por 2 a 1 nesta quarta-feira, em jogo disputado no Maracanã.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O resultado fez a equipe carioca chegar aos 22 pontos ganhos e pular para a 12ª posição, se afastando da zona de rebaixamento. O Vitória, agora sob a direção de Ney Franco, sofreu sua quarta derrota consecutiva na competição e segue com 23 pontos ganhos, na décima colocação.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

O Flamengo mereceu o resultado por ter se mostrado mais objetivo durante a partida. Hernane, que voltou ao time titular para substituir Marcelo Moreno, mostrou poder de conclusão. Mesmo com técnico novo, o Vitória voltou a apresentar os erros que tem caracterizado suas últimas atuações e quase não ameaçou o resultado.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Cruzeiro, no Mineirão. Já o Vitória vai receber o Atlético-MG no Barradão.

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Elias conduz ataque do Flamengo no Maracanã

O jogo

O primeiro momento de perigo foi criado pelo Vitória, antes do primeiro minuto de partida. Maxi Biancucchi recebeu pela esquerda, passou por Chicão e cruzou para a área, mas Alemão não estava acompanhando a jogada e a defesa ficou com a bola.

A resposta foi bem mais efetiva. Rafinha descobriu Hernane na área e a conclusão do atacante deu grande trabalho ao goleiro Wilson que espalmou para escanteio. O time dirigido por Mano Menezes pressionava em busca do primeiro gol e o Vitória encontrava dificuldades para sair da marcação. Aos oito minutos, Rafinha recebeu bom passe de Elias e chutou, mas a bola foi desviada pela zaga baiana.

Aos 11 minutos, o time visitante criou uma boa oportunidade. Renato Cajá tabelou com Alemão, mas adiantou a bola na hora de finalizar e acabou sendo bloqueado pela zaga. O rebote caiu nos pés de Maxi Biacucchi que chutou, mas a bola não levou perigo. O Flamengo não se assustou e, dois minutos depois, Rafinha fez ótimo lançamento para Elias, mas o meia acabou desarmado por Michel na hora de concluir.

A equipe dirigida por Mano Menezes continuava com mais posse de bola e contava com uma boa atuação de Rafinha que se deslocava por todo o gramado, buscando abrir espaços na defesa baiana. Aos 19, novamente Rafinha apareceu com destaque. Ele tabelou com Hernane e tentou lançar Gabriel, mas a zaga baiana conseguiu aliviar o perigo. De tanto pressionar, o Flamengo acabou marcando o primeiro gol, aos 22 minutos. Elias fez um ótimo lançamento para Hernane que, de pé esquerdo, deslocou o goleiro Wilson e colocou a bolas no fundo das redes.

Confira na galeria as imagens da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Everton Ribeiro comemora gol do Cruzeiro diante do Bahia. Foto: Edson Ruiz/Gazeta PressOtávio, meia do Internacional, em campo contra o Corinthians. Foto: Site oficial do interD'Alessandro comemora o gol da vitória do Inter sobre o Corinthians. Foto: Luiz Munhoz/Gazeta PressDiego Tardelli é marcado por Gum. Foto: Kildary Medeiros/Photopress/Gazeta PressEdinho tenta bloquear o chute de Ronaldinho. Foto: Bruno Cantini/Clube Atlético MineiroDiego Cavalieri nada pôde fazer para evitar o empate do Atlético-MG em falta batida por Ronaldinho. Foto: Bruno Cantini/Clube Atlético MineiroMarco Antonio comemora seu gol, enquanto Léo lamenta. Foto: Heuler Andrey/Agif/Gazeta PressElias conduz ataque do Flamengo no Maracanã. Foto: Alexandre Vidal/Fla ImagemHernane toca na saída do goleiro e marca para o Flamengo no Maracanã. Foto: Alexandre Vidal/Fla ImagemApesar de vitória, Felipe não ignorou falhas defensivas do Flamengo
. Foto: Futura PressGilberto marcou os dois gols da Lusa diante da Ponte. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressWilliam lamenta derrota para a Portuguesa. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta Press

Depois de sofrer o gol, o Vitória tentou adiantar suas linhas, mas encontrava grande dificuldade em organizar jogadas ofensivas. No ataque, Biancucchi se movimentava bastante e era o único que incomodava os adversários.

Aos 33 minutos, Renato Cajá bateu escanteio, a defesa não conseguiu cortar, mas Luiz Alberto cabeceou para fora,sem levar perigo ao gol defendido por Felipe.

Sem conseguir criar condições de definir as jogadas, a equipe comandada por Ney Franco recorria aos chutes de longa distâncias, mas sem sucesso, como aconteceu aos 40 minutos com Luiz Alberto. O Flamengo só voltou a rondar a área do Vitória, aos 42 minutos. Hernane recebeu na esquerda e tentou cruzar para Rafinha, mas a zaga baiana cortou o passe e mandou para escanteio. Na cobrança, executada por Gabriel, Hernane subiu mais do que os zagueiros e testou para as redes de Wilson.

O Vitória voltou para o segundo tempo com maior disposição ofensiva. E antes do primeiro minuto, Maxi Biancucchi obrigou Felipe a fazer uma boa defesa. Os jogadores da equipe baiana tentavam mostrar que estavam dispostos a mudar a história da partida e o meia Renato Cajá acabou protagonista de um lance curioso, ao se chocar com o árbitro Luiz Flávio de Oliveira e quase jogá-lo ao chão, mas o juiz conseguiu evitar a queda.

Com a vantagem de dois gols, o Flamengo se preocupava em administrar o resultado, se limitando a tocar a bola na intermediária e marcando as investidas do adversário para não correr grandes riscos. Por causa da forte marcação, a partida ficou monótona, uma vez que o Vitória parecia não ter forças para mudar o destino da partida.

Só aos 15 minutos é que o Flamengo conseguiu chegar, com perigo, na área baiana. Hernane fez bom passe para Gabriel que finalizou para defesa segura de Wilson. Aos 17, Hernane teve uma boa chance para ampliar, mas cabeceou por cima do travessão.

O Vitória pressionava, mas não conseguia chegar ao gol de Felipe. Na única vez que isso aconteceu, aos 21 minutos, o árbitro invalidou a jogada. Ele alegou que não havia autorizado a cobrança de uma falta, decisão que irritou muito o time de Salvador.

Aos 28 minutos, após boa troca de passes, Dinei rolou a a bola para Maxi chutar forte e obrigar Felipe a se virar para evitar o primeiro gol da equipe baiana.

O Flamengo passou a se preocupar apenas em manter a vantagem, mas acabou sofrendo um gol, aos 46 minutos. O lateral-esquerdo Juan acertou um belo chute e definiu o placar da partida.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO 2 X 1 VITÓRIA
Local:
Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 4 de setembro de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 10.132 pagantes
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (DF) e Marco Antônio de Mello Moreira (GO)
Cartões Amarelos: André Santos e Hernane(Flamengo);Maxi Biancucchi e Victor Ramos(Vitória)

Gols:
FLAMENGO: Hernane, aos 22 e 43 minutos do primeiro tempo
VITÓRIA: Juan, aos 46 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Chicão (Diego Silva), Wallace e Samir; Luiz Antonio, Elias, André Santos e Gabriel (Bruninho); Rafinha (Paulinho) e Hernane
Técnico: Mano Menezes

VITÓRIA: Wilson, Ayrton, Fabrício, Victor Ramos e Juan; Michel, Cáceres, Luís Alberto (Marquinhos) e Renato Cajá (Leilson); Maxi Biancucchi e Alemão (Dinei)
Técnico: Ney Franco

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: flamengovitóriabrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas