Tamanho do texto

Meio-campista brasileiro retornou ao Milan, time pelo qual havia brilhado há quatro temporadas. Lukas Podolski, Thierry Henry e Nuri Sahin são outros exemplos

A janela de transferências do futebol europeu fechou na última segunda-feira, e uma das principais negociações foi o retorno do meio-campista Kaká ao Milan após quatro temporadas defendendo as cores do Real Madrid. A volta do brasileiro era um sonho do clube italiano desde o ano passado, mas que foi consumado apenas no último dia de contratações do continente.

Europa tem reforço mais caro da história, novos ricos, ex-rico e pechinchas

E Kaká retornou a Milão com muita festa dos torcedores. No futebol, outros casos parecidos com o do brasileiro movimentaram o mercado. Como, por exemplo, a volta de Thierry Henry ao Arsenal, mesmo que por um empréstimo de curta duração. O francês pertence ao New York Red Bulls, dos EUA, e jogou novamente pelo time inglês na temporada 2012, depois de brilhar entre 1999 e 2007.

Recentemente, em 2009, na Alemanha, o atacante Lukas Podolski voltou ao Colônia, time pelo qual foi revelado, de uma maneira inusitada. O Bayern de Munique pediu R$ 30 milhões para liberar o atleta e o Colônia resolveu vender pixels em seu site oficial para arrecadar o valor. Os torcedores se mobilizaram e aderiram à campanha. Até o ex-piloto Michael Schumacher deu sua contribuição, já que é torcedor fanático do clube.

Confira abaixo jogadores que retornaram a clubes com muita festa :