Apesar de dois gols, Dorival pede calma com Willie e avisa: "Ainda é muito cedo"

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Lógico que é bom porque é uma nova opção para o time", disse o treinador do Vasco

Dificilmente estreia-se tão bem como titular em um clube grande como fez Willie, neste fim de semana. Recém-contratado por empréstimo pelo Vasco junto ao Vitória, o jovem atacante começou a partida do último domingo, contra o Cruzeiro, e foi o grande destaque carioca no duelo: Anotou dois belos gols e, por pouco, não garantiu um bom resultado ao Cruzmaltino no jogo que terminou com o placar de 5 a 3 para os mineiros. Apesar da excelente atuação do jogador, o técnico Dorival Júnior pediu calma com o jovem atleta.

"Ele vinha sendo preparado, chegou ainda um pouco fora de forma. Foi um bom inicio, mas ainda é muito cedo, temos que ter calma. Lógico que é bom porque é uma nova opção para o time", disse o comandante, em entrevista coletiva concedida logo após o confronto.

Juninho e Dorival detonam Willian em lance de quarto gol: “Sacana, malandro"

Sobre a sua equipe, que sofreu cinco gols na mesma partida pela terceira vez no Campeonato Brasileiro, o técnico rasgou elogios. Questionado se a fragilidade defensiva o preocupava, o treinador preferiu destacar a evolução do time, atual 14º colocado da competição nacional.

Lucas Silva (no centro) marcou duas vezes na vitória do Cruzeiro por 5 a 3. Foto: VipcommDedé reencontrou o Vasco. Foto: VipcommPato marcou duas vezes na goleada do Corinthians por 4 a 0 sobre o Flamengo. Foto: Gazeta PressChicão marca Pato durante jogo entre Corinthians e Flamengo. Foto: SERGIO BARZAGHI / Gazeta PressMarcel marcou de pênalti o gol da vitória do Criciúma . Foto: Gazeta PressRodrigo Caio marca Seedorf no confronto entre São Paulo e Botafogo. Foto: Gazeta PressAlex tenta lançamento observado por D'Alessandro no duelo entre Coritiba e Inter pela 17ª rodada. Foto: Gazeta PressThiago Ribeiro marcou pelo Santos seu primeiro gol no Maracanã. Foto: Gazeta PressVanderlei Luxemburgo tenta orientar o time do Flu no jogo contra o Santos. Foto: Gazeta PressFred lamenta chance desperdiçada contra o Santos pela 17ª rodada do Brasileirão. Foto: Gazeta PressJogadores do Santos comemoram gol contra o Fluminense no Maracanã. Foto: Gazeta PressKleber comemora o gol do Grêmio diante da Ponte Preta. Foto: Gazeta Press/Edu AndradeFernadão corre com a bola, após marcar para o Bahia e diminuir a vantagem da Portuguesa, . Foto: Gazeta Press/Luiz MouraDudu, do Goiás, e Josué, do Atlético-MG, disputam a bola no duelo entre as duas equipes. Foto: Gazeta PressO atacante Barcos encara a marcação da Ponte Preta no duelo pela 17ª rodada. Foto: Gazeta PressGilberto corre para festejar um dos gols da Portuguesa diante do Bahia, no Canindé. Foto: Futura Press/Léo PinheiroLeo chuta para marcar pelo Atlético-PR diante do Náutico. Foto: Futura Press/Matheus Brito

"Quando eu cheguei aqui, já tínhamos a defesa mais vazada. Mas o importante é que a equipe está reagindo, vem jogando bem, fazendo grandes partidas; Não vem conseguindo bons resultados, mas está crescendo na medida do possível. Reconheço que temos muita coisa a melhorar, mas o importante é que estamos no caminho certo. Temos que valorizar o que tem acontecido de bom com a equipe do Vasco", acrescentou.

A apenas quatro pontos da zona de rebaixamento, o time de São Januário busca se recuperar na competição nacional na próxima quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), diante do Náutico, na Arena Pernambuco. Lanterna do Campeonato Brasileiro com apenas oito pontos, Timbu soma quatro derrotas consecutivas no torneio e não sabe o que é vencer há seis duelos.

Leia tudo sobre: Willievasco

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas