Dirigente do Stuttgart rebate Palmeiras e diz que Vilson não será contratado

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Zagueiro teria sido negociado por R$ 700 mil. Ele viajou para a Alemanha na sexta-feira

Miguel Schincariol/Gazeta Press
Vilson chegou ao Palmeiras em fevereiro

A contestada saída de Vilson do Palmeiras por R$ 700 mil pode não mais acontecer. O anúncio foi feito pela diretoria do Stuttgart, embora o Verdão ainda não tenha se manifestado oficialmente sobre qualquer mudança em relação ao zagueiro, que viajou para a Alemanha na sexta-feira.

"Ele não está vindo", informou Fredi Bobic, diretor executivo do clube, em entrevista ao canal alemão Sky, antes de a equipe enfrentar e vencer o Hoffenheim por 6 a 2 neste domingo, pela quarta rodada do Campeonato Alemão.

O próprio Stuttgart não fornece mais detalhes sobre o possível fim da negociação, mas a imprensa alemã indica falta de acordo no pagamento dos R$ 700 mil para o Palmeiras. A forma pela qual o time alemão queria desembolsar o valor teria sido o problema. O clube europeu tem pouco tempo se quiser efetivar a compra de Vilson, já que a janela de transferências fecha nesta segunda-feira.

Leia também: Sem revelar valores, Brunoro diz que já sabia da proposta por Vilson

O Palmeiras ainda não se posicionou publicamente sobre a transação. Na última sexta-feira, o diretor executivo José Carlos Brunoro avisou que Vilson já chegou ao clube em fevereiro avisando que teria uma proposta do futebol europeu e se comprometeu a só sair para um clube que quitasse o que o Palmeiras gastou com ele.

Segundo Brunoro, já havia até um pré-contrato pronto para que Vilson renovasse seu vínculo, que acabaria em 31 de dezembro, quando empresários avisaram da proposta do Stuttgart na manha da apática atuação do time na derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR, que eliminou o clube da Copa do Brasil. Vilson entrou em campo na quarta-feira.

Se voltar ao Brasil nas próximas horas, é possível que Vilson já retorne como titular ao Palmeiras. Diante da Chapecoense, no Pacaembu, em jogo no qual o Verdão garantirá a liderança no primeiro turno da Série B se não perder, Gilson Kleina tem Henrique como desfalque certo, já que o zagueiro estará à disposição da Seleção Brasileira.

Leia tudo sobre: stuttgartpalmeirasvilsonigspalemanha

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas