Com a Vitória por 1 a 0, time catarinense chega a 39 pontos, um a menos do que o líder da Série B

Para voltar a ficar na cola do líder Palmeiras, a Chapecoense visitou o América-RN , no Estádio Barretão, nesta terça-feira, em partida remarcada da 16ª rodada, e conseguiu cumprir seu objetivo. Diante de um adversário em má fase na Série B do Campeonato Brasileiro, na zona de rebaixamento, o time catarinense conseguiu se impor, dominou os anfitriões e venceu por 1 a 0, confirmando que deve brigar pela liderança da competição até as últimas rodadas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Melhor desde o início da partida, a Chapecoense pressionou ao longo do primeiro tempo, mas conseguiu marcar apenas no segundo tempo. Logo aos três minutos, André Paulino aproveitou o cruzamento na área e garantiu o trunfo catarinense em Ceará-Mirim.

Confira a classificação da Série B

A vitória deixa a Chapecoense com 39 pontos, colado no Palmeiras, atual líder da Série B, com 40. O América-RN, por sua vez, vive situação oposta e não deve sair desta incômoda situação tão cedo. O time de Natal é 19º colocado, com apenas 15 somados na competição.

Em busca da liderança da Série B, a Chapecoense volta a campo neste sábado, às 16h20 (de Brasília), quando, diante de sua torcida, na Arena Condá, encara o Icasa. No mesmo dia e horário, o América-RN joga novamente em Ceará-Mirim, tentando se recuperar contra o São Caetano.

FICHA TÉCNICA - AMÉRICA-RN 0 X 1 CHAPECOENSE
Local:
estádio Barretão, em Ceará-Mirim (RN)
Data: 27 de agosto de 2013, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo F. do Amaral (SP)
Assistentes: Carolina Romanholi Melo e Marcos A. da Silva Brigido (ambos do CE)
Cartões amarelos: Rafael Lima (Chapecoense), Ricardo Baiano, Márcio Passos, Edson Rocha, Vandinho e Rodrigo Pimpão (América-RN)
Cartão Vermelho: Laércio (América-RN)

Gol:
CHAPECOENSE:
Paulino, aos três minutos do segundo tempo

AMÉRICA-RN: Andrey; Norberto, Zé Antônio, Edson Rocha e Renatinho Potiguar; Ricardo Baiano, Márcio Passos e Fabinho (Aldair); Laércio, Rodrigo Pimpão (Almir) e Vandinho (Tiago Adan)
Técnico: Argel Fucks

CHAPECOENSE: Nivaldo; Fabiano, André Paulino, Rafael Lima e Fabinho Gaúcho; Diego Felipe, Wanderson (Glaydson), Paulinho Dias e Danilinho; Fabinho Alves (Soares) e Caion (Tiago Luís)
Técnico: Gilmar Dal Pozzo

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.