Presidente assume que rompeu com promessa de campanha por conta dos problemas econômicos do clube

Paulo Nobre, presidente do Palmeiras
Gazeta Press
Paulo Nobre, presidente do Palmeiras

Apesar de ter se comprometido a não colocar seu próprio dinheiro no Palmeiras , Paulo Nobre admitiu nesta segunda-feira ter feito um empréstimo ao clube que preside. Ele, porém, garantiu que a quantia será devolvida ainda em seu mandato.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Era um compromisso de campanha meu não colocar esforços próprios, mas infelizmente foi necessário para contornar a situação. Está sendo feito, assim como está sendo feito o planejamento para que eu receba absolutamente tudo antes de sair. O Palmeiras vai andar com as próprias pernas", declarou na festa de aniversário dos 99 anos do clube.

Um dos objetivos do presidente é, justamente, que o clube não dependa da própria diretoria. "O Palmeiras não pode, em hipótese alguma, ser refém de algum dirigente. Tem que entrar e sair presidente e as pessoas nem perceberem", afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.