Luverdense chega a São Paulo para 'jogo da vida' contra Corinthians

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

São-paulino "recepciona" equipe do Mato Grosso no aeroporto. Herói da vitória no jogo de ida evita polêmica sobre gol

Assessoria Luverdense
Miasel faz o gol do Luverdense na vitória sobre o Corinthians

Inspirado na surpreendente vitória conquistada há cinco dias contra o Corinthians, o elenco do Luverdense chegou a São Paulo na noite desta segunda-feira, para o segundo confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Abordados apenas por um são-paulino no saguão do aeroporto de Cumbica, os jogadores lutam por um resultado histórico para o clube mato-grossense.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Nós já sabemos da importância desta partida. Vai ser o jogo da nossa vida e queremos fazer o melhor", afirmou o atacante Misael, que marcou o gol da vitória por 1 a 0 no compromisso da semana passada, no Estádio Passo das Emas.

Ao contrário do que acontece nos desembarques dos grandes clubes paulistas, quando há muito assédio de fãs, não havia torcedores à espera dos representantes da cidade de Lucas do Rio Verde nesta segunda-feira. Poucas pessoas se aproximaram do grupo, sendo que apenas um rapaz decidiu abordar os atletas.

Assim que tomou ciência de que se tratava do adversário do Corinthians na Copa do Brasil, o torcedor se identificou como são-paulino e manifestou seu apoio ao goleiro Gabriel Leite.

"Ele veio me dar uma força para o jogo. Os torcedores que não são do Corinthians ficam contra mesmo, acho que é o time que mais tem o pessoal contrário", afirmou o goleiro, cauteloso, demonstrando que está pronto para conter a euforia pelo resultado obtido no primeiro jogo.

Depois da vitória em casa, o Luverdense precisa de um empate em São Paulo para conseguir surpreender e avançar à próxima fase da Copa do Brasil. Se balançar as redes, o time também se classifica com derrotas por um gol de diferença. Logo depois do desembarque em Guarulhos, a delegação seguiu para o hotel na capital paulista.

Sem polêmica

O atacante Misael, autor do polêmico gol no jogo de ida, negou irregularidade no lance. "Na verdade, na hora, nem percebi que tinha tocado no braço, porque não coloquei a mão para isso. Eu fui apenas colocar o corpo na frente do jogador deles", argumentou.

Ele também falou sobre a fama repentina por ter virado algoz do Corinthians. "A cidade do nosso clube é pequena, tem cerca de 60 mil habitantes, e onde você chega é reconhecido. As pessoas nos parabenizam e, desta vez, foi mais do que nas outras, mas não por causa do gol, e sim pelo resultado, que foi contra o campeão mundial", comentou.


* Com Gazeta

Leia tudo sobre: luverdensecopa do brasilcorinthians

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas