Conselho rejeita reunião por impeachment e aprova membros de Comitê no Santos

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Enquanto conselheiros debatiam os assuntos da ordem do dia, um grupo de torcedores protestava contra a direção santista em frente a Vila Belmiro

Em reunião na noite desta segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Santos aprovou cinco novos nomes para o Comitê de Gestão. Com as saídas de Pedro Luiz Nunes Conceição, Caio De Stefano e Luciano Moita, além de mais dois cargos que já estavam vagos, o presidente em exercício, Odílio Rodrigues, indicou os novos integrantes do órgão responsável pelas decisões administrativas diárias do clube.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Mesmo com alguns votos contra e abstenções, os nomes de José Paulo Fernandes, Ronald Luiz Monteiro, Luis Cláudio de Aquino Barroso Pereira, Thiers Fleming Camara Junior e Francisco Cembranelli foram aprovados pela maioria dos conselhos. O quinteto se junta a José Berenguer e Luiz Fernando Vendraminni Fleury Filho no Comitê de Gestão.

Votação do pedido de reunião por impeachment
A mesa diretiva do Conselho Deliberativo também submeteu a votação o pedido de reunião extraordinária para a votação do presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, licenciado por problemas de saúde. O presidente do Conselho, Paulo Schiff, e seus demais pares deram parecer contrário a realização da reunião.

Com grupos de conselheiros favoráveis e contras o encontro para a votação sobre o impeachment, o clima esquentou entre alguns dos membros do órgão, principalmente durante o discurso do oposicionista Celso Leite, que foi interrompido enquanto fazia a sua explanação aos demais membros do Conselho.

Porém, o pedido foi submetido a votação dos conselheiros, que em sua maioria rejeitaram a possibilidade de uma reunião extraordinária para discutir o pedido de impeachment de Luis Álvaro.

Protesto de grupo de torcedores
Do lado de fora, enquanto os conselheiros debatiam os assuntos da ordem do dia, um grupo de torcedores protesto contra a direção santista, em frente a Vila Belmiro. Do lado de dentro do Salão Vidal Behor Sion, do Conselho Deliberativo, os coros entoados pelo grupo e músicas ironizando os dirigentes podiam ser escutados. Os torcedores também levaram faixas pedindo o fim do Comitê de Gestão.

Leia tudo sobre: santos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas