Jogador recebeu o terceiro amarelo no triunfo sobre o Vitória e está suspenso para próxima partida no Brasileirão, diante do Fluminense

Alison, jogador do Santos
Divulgação/Santos FC
Alison, jogador do Santos

Jogador de confiança do técnico interino do Santos , Claudinei Oliveira, o volante Alison tem conquistado o seu espaço dentro da equipe praiana. Mas, apesar disto, o meio-campista reconhece que ainda precisa evoluir, principalmente no que diz respeito a dosar as suas energias durante as partidas.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

Alison também destacou que deve ter mais cuidado com as dividas, para evitar advertências desnecessárias. Por exemplo, o volante recebeu o terceiro cartão amarelo no triunfo sobre o Vitória, no último sábado, e está suspenso para a próxima rodada do Campeonato Brasileiro, quando o Peixe visita o Fluminense, sábado, no Maracanã.

Leia mais: Gabriel evita comparações com Neymar e espera aproveitar sequência

"A questão do cartão eu ainda preciso aprender. Tenho que amadurecer bastante nesse sentido. Além disso, na base a intensidade no jogo é outra em relação ao profissional. Tenho que dosar um pouco. Se você toma cartão dificulta, porque às vezes você precisa dividir uma bola e fica com receio de ir mais forte, pois pode ser expulso e prejudicar a equipe", disse Alison.

Veja a tabela e a classificação do Brasileirão

O meio-campista também falou sobre a sua relação com o treinador santista. Claudinei teve influencia na decisão da cúpula alvinegra de renovar o seu contrato, que se encerrava em outubro deste ano. Alison assinou até dezembro de 2017.

"O meu contrato acabava no fim de outubro, já tínhamos uma conversa em andamento com o Santos, mas não tinha nada definido. Pediram a opinião do Claudinei e ele deu o aval. Trabalhamos juntos na base. Também fico feliz de estar conquistando a confiança da torcida", concluiu o volante, que estará em campo no duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Grêmio, na próxima quarta-feira, na Arena do Grêmio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.