Seedorf reclama da arbitragem, mas pede cabeça erguida ao Botafogo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Sabíamos que ia ser um jogo difícil, contra um time que está crescendo. Mas uma derrota não vai destruir tudo o que nós estamos fazendo", disse o meia holandês

Sem palavras. Assim estava o meia Seedorf, do Botafogo após o fim da partida que terminou com a invencibilidade de oito jogos de sua equipe. Na noite deste domingo, o Glorioso foi derrotado pelo Atlético-PR em Curitiba por 2 a 0.

Heuler Andrey/ Agif/Gazeta Press
Ederson marcou na vitória do Atlético-PR diante do Botafogo

"Eu não sei o que falar. Não foi uma boa noite. Não gosto de reclamar do juiz, essas coisas. Mas, eu não posso apanhar o tempo todo, e só apitar falta. É algo que quebra o nosso ritmo", declarou o jogador.

Mesmo com reclamações sobre a arbitragem, Seedorf não se desespera por conta da derrota e acredita que ela não vai manchar a boa campanha do Botafogo, segundo colocado no Brasileirão.

"Sabíamos que ia ser um jogo difícil, contra um time que está crescendo. Mas uma derrota não vai destruir tudo o que nós estamos fazendo. é ruim ver o que os juízes tem feito, mas vamos aceitar a derrota como homens", concluiu.

No meio da semana, o Botafogo volta a campo. Pela Copa do Brasil, a equipe visita o Atlético-MG, no Independência. O jogo está marcado para a próxima quarta-feira, a partir das 19h30 (de Brasília).

Leia tudo sobre: seedorfbotafogobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas