Meia fez bom jogo contra o Vasco, acertou a trave e deu motivos para Tite mantê-lo no time

Douglas foi o melhor do Corinthians em Brasília
Gustavo Epifânio/Site oficial do Corinthians/Fotoarena
Douglas foi o melhor do Corinthians em Brasília

Douglas vinha entrando bem no final dos jogos e participando bem dos treinamentos do Corinthians . Escalado no empate por 1 a 1 com o Vasco, o meio-campista manteve o desempenho em Brasília, ganhando elogios do chefe e a esperança de permanecer entre os titulares.

Veja a tabela completa do Brasileirão

"Fiquei bastante contente, ele já começou a mostrar uma qualidade maior", comentou o técnico Tite, que disse ter premiado o esforço mostrado pelo jogador no dia a dia, no CT do Parque Ecológico do Tietê. "Ele sempre briga (por vaga no time), eu não descarto ninguém."

De acordo com o gaúcho, a longa estadia de Douglas no banco de reservas não o preocupava para o confronto com o Vasco. Ele observou o camisa 10 em forma. E, em forma, o habilidoso atleta tem boas condições de exibir as suas excelentes qualidades técnicas.

"Quando o cara treina bem, treina forte, não tem a desculpa de estar sem um bom ritmo de jogo. Ele estava em ritmo e no peso ideal. Antes do jogo, falei para ele ficar tranquilo: ‘Você vai jogar bem’. Está treinando bem, está no peso", elogiou o comandante.Além de articular boas jogadas, Douglas teve fôlego para chegar à área adversária - onde estava no lance do gol, atrapalhando a defesa, e onde acertou um cabeceio no travessão - e para ajudar a defesa. Fugindo de suas características, fez ao menos dois desarmes cruciais, um deles dentro da pequena área.

Ainda é provável que o camisa 10 fique no banco contra o Luverdense, na próxima quarta-feira, em jogo que vale vaga nas quartas de final da Copa do Brasil - o Alvinegro perdeu a partida de ida, em Mato Grosso, por 1 a 0. Isso vai depender provavelmente das condições físicas de Renato Augusto, que não participou dos últimos dois jogos por causa de dores no joelho direito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.