Sem vencer há 12 partidas no Campeonato Brasileiro, o time paulista amarga a penúltima posição e precisa da reação o mais rápido possível

Paulo Autuori faz anotações durante treino do São Paulo
Site oficial
Paulo Autuori faz anotações durante treino do São Paulo

O técnico Paulo Autuori se dizia preocupado com a falta de tempo para treinar o São Paulo desde que assumiu o clube. Pela primeira vez nesta segunda passagem pela equipe, o treinador enfim teve uma semana livre para trabalhar e, por isso, a expectativa em relação ao desempenho dos atletas aumenta neste domingo, em jogo contra o Fluminense, às 16 horas (de Brasília), no estádio do Morumbi.

Sem vencer há 12 partidas no Campeonato Brasileiro, o time paulista amarga a penúltima posição e precisa da reação o mais rápido possível para se manter na elite nacional na próxima temporada. Autuori cortou a folga do grupo no início da semana e deu treinos todos os dias, mas só saberá neste domingo se a preparação maior deu resultados.

"Prefiro fazer um balanço depois do jogo, mas espero que esta semana possa vir com o resultado que estamos buscando, que é a vitória. Os jogadores trabalharam bem", afirmou o técnico, que testou variações durante a semana. "Todos têm de saber o que queremos", justificou.

Veja como está a classificação do Campeonato Brasileiro

A meta da equipe paulista é interromper a série negativa e aproveitar também que a próxima semana não terá jogos no meio. Com isso, o treinador quer dar consistência ao seu time para viabilizar uma reação até a maratona de partidas do início de setembro.

"Não adianta ganhar só um jogo. Claro que esta vitória é fundamental, mas e depois? Tenho visto jogos em que algumas equipes ganham sem entender como. Nós temos de manter a qualidade depois e vou aproveitar essas duas semanas para isso", acrescentou o treinador.

O problema para o São Paulo é que o Fluminense pretende dar sequência à reação na temporada, depois de ter obtido duas vitórias consecutivas. O goleiro Diego Cavalieri deixa evidente a importância de um triunfo no Morumbi para confirmar a recuperação do clube.

Diego Cavalieri, goleiro do Fluminense
Bruno Haddad/Fluminense FC
Diego Cavalieri, goleiro do Fluminense

"Nós estamos vindo de dois bons resultados e queremos manter essa sequência, para que o Fluminense possa mostrar que tem condições de lutar por objetivos nobres nesta temporada. Respeitamos o São Paulo, mas sabemos que podemos conquistar uma vitória", declarou o goleiro.

A má fase do time de Autuori também serve de trunfo para os jogadores do Fluminense, que podem aproveitar o desespero adversário. "O São Paulo jogará em casa e vai querer tomar a iniciativa do confronto, pois está em uma situação que não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória. Precisamos de inteligência e vamos lidar com essa situação", declarou o lateral esquerdo Carlinhos.

As duas equipes têm novidades no Morumbi. Autuori volta a ter Luis Fabiano à disposição neste domingo, depois de o atleta ter se recuperado de uma lombalgia. O técnico faz mistério sobre a escalação, mas deve promover a volta do centroavante na vaga de Aloísio.

Já o Fluminense não poderá contar com Fred, que teve seu recurso julgado na sexta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O atleta, que havia sido punido por quatro jogos por conta da expulsão contra o Vasco, teve a suspensão reduzida para duas partidas, terminando assim de cumprir o gancho contra o Tricolor paulista. A dupla de frente fica então com Rafael Sobis e Samuel.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X FLUMINENSE

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 25 de agosto de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Bruno Boschilia (PR)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio, Rafael Toloi e Reinaldo; Wellington, Fabrício, Jadson (Lucas Evangelista) e Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano
Técnico: Paulo Autuori

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Gum, Leandro Euzébio e Edinho; Igor Julião, Jean, William, Felipe e Carlinhos; Samuel e Rafael Sobis
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.