Rogério Ceni não se empolga e já prevê dificuldade na próxima partida

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Na rodada que vem, o São Paulo viaja até o Rio de Janeiro para encarar o Botafogo

Rogério Ceni não se excedeu para comemorar a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, neste domingo. Capitão do São Paulo, ele analisou com frieza o primeiro resultado positivo depois de 12 partidas seguidas sem vencer no Campeonato Brasileiro.

E MAIS: Paulo Autuori ignora sal grosso no Morumbi: 'Falo de futebol'

"Se a gente quiser sair dessa situação, tem que ganhar jogos, não adianta. Não temos nem 33% de aproveitamento (tem 31%). Para escapar, talvez seja preciso de 40%. O campeonato tende a ser mais concorrido e, por isso, requer mais cuidado", disse o goleiro, ainda no gramado do Morumbi.

'Às vezes não mereço e tomo cartão', diz Luis Fabiano, suspenso contra Botafogo

Questionado se o triunfo desta tarde - com gols do atacante Luis Fabiano e do lateral esquerdo Reinaldo - acabaria com a má fase e permitiria iniciar uma sequência vitoriosa, ele manteve alguma desconfiança.

Rubens Chiri/saopaulofc.net
Rogério Ceni, goleiro do São Paulo

"Quando vencer a primeira, vai ter que vencer a segunda. Tem que começar tudo do zero para tentar vencer a próxima", falou Ceni, ao fazer elogios ao Botafogo, adversário de domingo que vem, e prever dificuldade no confronto fora de casa.

"O Botafogo está jogando um futebol muito vistoso, de muita pegada e força. Vai ser um jogo bem complicado, difícil. Mas imagine só se a gente não tivesse conseguido vencer hoje (domingo)", completou o camisa 1.

Agora com 14 pontos, mas ainda na zona de rebaixamento, o elenco tricolor volta aos trabalhos na manhã de terça-feira, no CT da Barra Funda, depois de um dia de folga coletiva.

Leia tudo sobre: são paulorogério ceniigspbrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas