Atacante, autor do segundo gol cruzeirense, ressaltou o fato de atuar por 90 minutos, depois de se recuperar de lesão muscular na coxa esquerda

Ainda em fase de evolução física depois de se recuperar de lesão muscular na coxa esquerda, o centroavante Borges teve participação fundamental no triunfo do Cruzeiro por 2 a 0 sobre a Ponte Preta , neste sábado, no Moisés Lucarelli. Autor do segundo gol do time mineiro, o atacante celebrou o resultado e seu desempenho diante da equipe campineira.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"O importante é saber que consegui jogar 90 minutos, que me movimentei e corri. A evolução virá naturalmente com a sequência dos jogos", destacou.

Leia mais: Cruzeiro bate a Ponte Preta em Campinas e reassume liderança do Brasileirão

No embate deste sábado, Borges formou dupla de ataque com Willian. O centroavante oscilou bons e maus momentos durante a partida, mas conseguiu balançar as redes aos 27 minutos do segundo tempo, quando girou contra a zaga adversária e acertou chute forte de perna direita. Entretanto, pouco tempo antes o atacante desperdiçou grande oportunidade, chutando por cima do gol quase na pequena área rival.

"Quando o Willian cabeceou a bola, eu dominei na coxa direita e acabei deslizando com a perna esquerda. Até brinquei e pedi calma aos companheiros, dizendo que estava voltando a jogar. O importante é que fizemos dois gols", encerrou.

Com este resultado, o Cruzeiro chegou aos 31 pontos no Campeonato Brasileiro, ultrapassou o Botafogo (29 pontos) e reassumiu a liderança da competição nacional. No entanto, o time carioca pode voltar ao primeiro lugar neste domingo, já que enfrenta o Atlético-PR, no estádio Durival de Britto. Já a Ponte Preta cai para 16ª posição, com 16 pontos.

O Cruzeiro segue a disputa do Campeonato Brasileiro no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), quando mede forças com o Vasco, no Mineirão. Antes disso, o time comandado por Marcelo Oliveira enfrenta o Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no Maracanã, em partida válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No primeiro embate, vitória por 2 a 1 do clube de Belo Horizonte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.