Corinthians começa bem, sai na frente, mas cede o empate ao Vasco no DF

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Guerrero marcou no começo do jogo, mas André deixou tudo igual na etapa complementar

O Corinthians foi melhor no primeiro tempo. O Vasco foi ainda melhor no segundo. Houve oportunidade para os dois lados na busca pela vitória, mas o placar do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, apontou empate por 1 a 1 ao fim dos 90 minutos.

Veja como está a classificação atualizada do Brasileirão

Guerrero marcou logo aos três minutos da partida, e o alvinegro do Parque São Jorge, que vestia azul, deu a impressão de que mandaria no confronto. Foi assim em boa parte da disputa até o intervalo, porém a formação carioca melhorou bastante.

Flickr oficial do Vasco
Vasco e Corinthians empataram no Mané Garrincha

Na etapa final, o domínio foi vascaíno. A equipe de Dorival Júnior empatou aos nove minutos, com André, e seguiu no ataque, criando várias outras oportunidades. A virada seria provável se Danilo fosse expulso, como merecia, aos 16.

Só no finalzinho o Corinthians voltou a equilibrar as ações, deixando o jogo aberto. No entanto, nenhuma das redes voltou a ser balançada em um jogo com vários incidentes na torcida, com briga no intervalo e invasão de campo após o término da partida.

O resultado deixou os comandados de Tite com 26 pontos, agora mais longe do líder do Campeonato Brasileiro. O Vasco passou a somar 20, mantendo-se na faixa intermediária da tabela de classificação.

Corinthians primeiro, Vasco depois
A maior disposição do Corinthians em relação às últimas partidas foi clara no início da partida. Aos três minutos – quando Edenílson bateu lateral, recebeu de volta e cruzou para Guerrero abrir o placar de pé direito, levando ampla vantagem sobre Cris –, a equipe já havia tentado três ataques mais agudos.

Fez diferença a entrada de Douglas, que centralizou a armação com passes precisos. O meia chegou com mais frequência do que costuma à área, onde acertou um cabeceio no travessão, aos nove minutos. Bem superior até a metade do primeiro tempo, o azul Alvinegro poderia ter ampliado.

Flickr oficial do Vasco
Marlone faz jogada observado por Emerson Sheik

O Vasco acabou se assentando em campo, criando lances perigosos pelos dois lados do campo. Em um deles, o gol seria provável se André conseguisse alcançar a bola de cabeça na pequena área. Mas a equipe do Parque São Jorge seguiu com perigo, em trocas de passe inteligentes ou em contra-ataques.

Após o intervalo, no qual houve um previsível confronto entre torcedores de bastante rivalidade em um estádio sem divisão, Dorival Júnior apostou em Willie, livre para atacar pela direita. Assim, Marlone – escalado no lugar de Eder Luis, de saída para o futebol árabe – pôde trocar de lado, encarando o lentíssimo Paulo André.

A equipe cruzmaltina apertou e começou com tudo a etapa final. O empate esteve muito perto aos seis minutos, quando Willie recebeu de Juninho na cara do gol e encobriu Cássio, mas errou por pouco. Pouco depois, aos nove, o Corinthians saiu jogando errado, Paulo André complicou ainda mais a jogada e viu Juninho servir André, que bateu cruzado para balançar a rede de Cássio.

Bem superior, o Vasco não se satisfez e partiu em busca da virada. A tarefa teria se tornado mais fácil com a expulsão de Danilo, mas o meia escapou de levar o segundo cartão amarelo em falta dura e foi substituído por Romarinho. A alteração não surtiu efeito rápido: não fosse recuperação ótima de Douglas, André teria virado.

Nos últimos dez minutos, com Romarinho e Alexandre Pato em campo, o Corinthians conseguiu sair um pouco da pressão. A partida ficou aberta, e Romarinho perdeu boa chance em jogada bem trabalhada por Douglas e Guerrero. Os vascaínos não desistiram da vitória, porém o placar não voltou a ser alterado.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 CORINTHIANS

Local: estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 25 de agosto de 2013, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Marcelo Bertanha Barison (RS)
Cartões amarelos: Abuda, Fagner e Pedro Ken (Vasco); Danilo, Ibson, Paulo André, Guerrero e Ralf (Corinthians)
Gols:
Vasco: André, aos nove minutos do segundo tempo
Corinthians: Guerrero, aos três minutos do primeiro tempo

VASCO: Diogo Silva; Fagner, Cris, Rafael Vaz e Yotún; Abuda, Wendel (Willie), Pedro Ken e Juninho; Marlone (Edmilson) e André (Tenorio)
Técnico: Dorival Júnior

CORINTHIANS: Cássio, Edenílson, Paulo André, Gil e Fábio Santos; Ralf e Ibson; Danilo (Romarinho), Douglas e Emerson (Alexandre Pato); Guerrero (Alessandro)
Técnico: Tite

Leia tudo sobre: VascoCorinthiansbrasileirãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas