À procura de treinador, dirigente da Ponte Preta pede apoio da torcida

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Paulo César Carpegiani pediu demissão depois de derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro e surpreendeu dirigentes da Ponte. Time ainda não tem um nome para ser o novo técnico

Site oficial
Paulo César Carpegiani pediu demissão da Ponte Preta após derrota para o Cruzeiro

A situação da Ponte Preta parece mais delicada a cada rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Após mais uma derrota em casa, o treinador Paulo César Carpegiani não suportou a pressão e pediu demissão. Além disso, os demais resultados colocaram a equipe campineira na zona de rebaixamento, com apenas 15 pontos em 15 jogos. Diante deste cenário, o gerente de futebol Marcus Vinícius acredita que a torcida pode ser um dos principais aliados para espantar a crise.

Ponte Preta vai sair da crise e se recuperar no Brasileirão? Comente com outros leitores

"A torcida deve abraçar o time neste momento. A nossa torcida é uma torcida fiel, que luta e vibra com a gente. O torcedor tem que entender que agora é um momento que as coisas se afunilaram. A Ponte é o time do povão, da torcida que balança o alambrado. Agora, quando o torcedor começa a xingar um jogador com cinco minutos de jogo, isso é torcer contra. Temos que gostar um pouco mais do nosso clube", destacou o dirigente.

Leia mais: Por má fase e problema de saúde, Carpegiani pede demissão da Ponte Preta

Para sair da incômoda zona de rebaixamento, a Ponte Preta corre atrás de um comandante, já que Carpegiani preferiu abandonar o cargo depois de não atingir os resultados esperados. A diretoria do time campineiro, no entanto, ainda não tem nenhum nome cotado para o cargo. De acordo com Marcus Vinícius, a saída do treinador foi surpreendente para o clube.

Veja a classificação e a tabela do Campeonato Brasileiro

"A saída do Carpeginai é uma tristeza para nós, é um treinador de altíssimo nível que eu conheço bem. No entanto, agradecemos a ele e a vida continua. O Paulo tem os motivos dele e respeitamos isso. A Ponte Preta cresceu muito com a vinda do Carpegiani, mas vamos seguir. Em relação a nomes não temos ainda, até porque isso nos pegou de surpresa. Estamos discutindo isso e esperamos anunciar o novo treinador o quanto antes", explicou Marcus Vinícius.

E mais: Cruzeiro bate a Ponte Preta em Campinas e reassume liderança do Brasileirão

O dirigente também falou sobre os possíveis reforços da Macaca, que, apesar de não estar com o elenco fechado, vem encontrando dificuldades para contratar novos jogadores. "Em relação a reforços é aquilo que sempre falamos, se existir um bom jogador que esteja dentro do nosso orçamento nós vamos trazer, mas temos que entender que o mercado está escasso de bons jogadores. Nós estamos à procura, o elenco não está fechado e estamos atrás desses nomes dia e noite", completou.

Leia tudo sobre: Ponte Pretatécnicobrasileirãoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas