Encontro aconteceu com anuência da diretoria do clube antes do treino desta sexta-feira

Sheik dá selinho em amigo. Foto não foi aceita por membros das organizadas
Reprodução
Sheik dá selinho em amigo. Foto não foi aceita por membros das organizadas

Membros da torcida organizada "Gaviões da Fiel", do Corinthians , estiveram no centro de treinamento do clube nesta sexta-feira para conversar com Emerson "Sheik". A foto divulgada por ele em que dá um "selinho" num amigo não foi bem recebida pelos torcedores que quiseram conversar com o atacante para apresentar a ele as consequências da imagem. 

Após polêmica com selinho, Sheik usa chuteira "fora preconceito" contra Vasco

Na segunda-feira, após a divulgação da foto, cinco membros da torcida organizada "Camisa 12" estiveram no CT do clube para cobrar o jogador. Segundo eles, o Corinthians é "lugar de homem" e por isso a foto não seria aceita. 

Segundo a assessoria de imprensa do clube, a conversa desta sexta-feira durou cerca de 30 minutos e aconteceu "de forma tranquila", antes do treino do time no Parque Ecológico. 

Segundo a Gaviões, Emerson pediu desculpas pela foto. "Em reunião com nossos dirigentes, Emerson disse que não imaginava tamanha repercussão e que não queria esse desgaste todo por conta de uma foto". Ainda segundo a torcida, Sheik teria dito que a foto foi uma brincadeira. "Até porque eu não sou são-paulino", teria dito.

Em sua página no Instagram, Sheik pediu desculpas. "Peço desculpas aos que se sentiram ofendidos pela brincadeira que fiz com um amigo. Não tive a intenção de ofender ninguém, muito menos a nação corinthiana, vou continuar honrando essa camisa como tem sido nos últimos anos", escreveu.

A atual diretoria do clube sempre foi aberta a pedidos das torcidas organizadas do clube e julga que a relação entre a instituição e os torcedores deve ser sadia. Muitos dos diretores recentes do clube foram fundadores de organizadas, casos de Andrés Sanchez, que fundou a "Pavilhão 9", e de Raul Corrêa, diretor financeiro, que foi um dos fundadores da "Gaviões da Fiel".


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.