Mesmo sem previsão para voltar a treinar, Valdivia é convocado pelo Chile

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Apesar de desfalcar o Palmeiras por causa de um edema na coxa direita, meia está entre os 20 atletas chamados pelo técnico da seleção chilena

Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta Press
Valdivia, meia do Palmeiras

Jorge Sampaoli já assistiu pessoalmente a jogo da Série B do Brasileiro, mas provou que não precisa nem ver Valdivia jogar para mantê-lo em seus planos. O meia está tratando de edema na coxa direita e não há previsão nem de sua volta aos treinos do Palmeiras, mas o jogador está convocado para os próximos compromissos da seleção chilena.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O camisa 10 do Palmeiras aparece entre os 20 atletas que não atuam no Chile e que foram chamados para enfrentar a Venezuela no próximo dia 6, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo do ano que vem, e a Espanha, em amistoso marcado para o dia 10, em Genebra, na Suíça.

Valdivia não tem jogado porque, após reclamar de dores na coxa direita ao ser substituído de seu último jogo, no dia 10, voltou a sentir o incômodo quando treinava com a seleção na semana passada e foi constatado um edema. Por isso, não enfrentou o Iraque em amistoso disputado na Dinamarca no último dia 14.

O jogador mais caro do elenco já perdeu as três últimas partidas do Verdão e a expectativa mais otimista é de que atue na próxima quarta-feira, contra o Atlético-PR, em Curitiba, pela Copa do Brasil. Ninguém no clube cogita escalá-lo no sábado, contra o Boa, em Varginha (MG).

Caso tenha condições de se apresentar à seleção, Valdivia será desfalque certo do Palmeiras diante da Chapecoense, no dia 3, do Atlético-GO, no dia 7, e no dia 10, contra o ASA. Como só não estará com o Chile se estiver machucado, certamente não estará em campo nestes três compromissos pela Série B do Brasileiro.

Outros três nomes que atuam no Brasil foram lembrados por Sampaoli para os jogos diante de Venezuela e Espanha: o zagueiro Marcos González, do Flamengo, o lateral esquerdo Eugenio Mena, do Santos, e o atacante Eduardo Vargas, do Grêmio.

Confira os 20 jogadores que não atuam no Chile e foram convocados para a seleção:

Claudio Bravo - Real Sociedad (Espanha)
Mauricio Isla – Juventus (Itália)
Gary Medel – Cardiff City (Inglaterra)
Marcos González – Flamengo (Brasil)
Eugenio Mena – Santos (Brasil)
Gonzalo Jara - Nottingham Forest (Inglaterra)
David Pizarro – Fiorentina (Itália)
Marcelo Díaz – Basel (Suíça)
Arturo Vidal – Juventus (Itália)
Ángelo Henríquez - Manchester United (Inglaterra)
Eduardo Vargas – Grêmio (Brasil)
Alexis Sánchez – Barcelona (Espanha)
Jean Beausejour – Wigan Athletic (Inglaterra)
Felipe Gutiérrez – Twente (Holanda)
Carlos Carmona – Atalanta (Itália)
Jorge Valdivia – Palmeiras (Brasil)
Humberto Suazo - Monterrey (México)
Francisco Silva – Osasuna (Espanha)
Matías Fernández - Fiorentina (Itália)
Bryan Rabello - Sevilla (Espanha)

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: PalmeirasFutebol MundialChile

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas