Plantio prematuro evita que gramado do Itaquerão repita fiasco do Mané Garrincha

Por Bruno Winckler - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Gramado da Arena Corinthians está quase pronto a nove meses da Copa. Estádio de Brasília teve plantio forçado e o preço no Brasileirão

O gramado da Arena Corinthians, em Itaquera, poderá receber um jogo de futebol em setembro. Em estágio avançado, a grama foi semeada em junho, já tem quase dois meses de tratamento e em 12 de junho do ano que vem, na abertura da Copa do Mundo, terá a condição ideal para uma grande partida. O cenário é bem diferente do encontrado no Mané Garrincha, palco que recebeu a abertura da Copa das Confederações. 

Fernando Dantas/Gazeta Press
Gramado da Arena Corinthians está em fase final de preparo


O gramado do estádio de Brasília começou a ser plantado em abril, menos de um mês de seu primeiro jogo, em 18 de maio, na final do campeonato local. Uma semana depois recebeu Santos e Flamengo pelo Brasileirão e em 15 de junho, Brasil e Japão jogaram no local. Luiz Felipe Scolari reclamou do gramado, que contou com doses de areia para mascarar desníveis. 

Glauber Rocha/ME
Aldo Rebelo toca a grama da Arena Corinthians

"Nenhum estádio da Copa tem um gramado praticamente pronto com tanto tempo de antecedência. Estamos dando todo o período necessário para a grama estar impecável. No final do mês já vamos demarcar o gramado e se quiserem já pode ter um jogo aqui", disse Frederico Barbosa, gerente de operações da Odebrecht na Arena Corinthians.  

Empresa culpa shows por gramados ruins em jogos do Brasileiro em arenas da Copa

O responsável pelo gramado de Brasília citou a pressa como o maior problema para que o gramado do Mané Garrincha estivesse em melhor condições.

"O estádio tinha de ser inaugurado, então foi plantado com pouco tempo até o jogo, muito em cima. A gente colocou areia para nivelar, evitar imperfeições, mas estava longe do ideal", disse, antes da abertura do Mané Garrincha, Paulo Antônio Azeredo, engenheiro agrônomo responsável pelo estádio. Os administradores do estádio ignoram os problemas e planejam que o gramado esteja em melhores condições no dia 7 de setembro no amistoso entre Brasil e Austrália. O estádio de Brasília já recebeu seis jogos deste Brasileirão. 

A Fifa se preocupou desde cedo com a condição do gramado do estádio de Brasília na Copa das Confederações. Para não repetir na abertura do Mundial os problemas do jogo inaugural do torneio teste para a Copa, pediu para que o estádio de São Paulo tivesse uma preparação melhor da feita na capital federal. 

Robert Cianflone/Getty Images
Gramado do Mané Garrincha não estava 100% na abertura da Copa das Confederações

"Você pode dizer 'ainda bem que tínhamos apenas um jogo no estádio de Brasília', porque o gramado precisa ser melhorado, mas isso é algo em que trabalharemos para termos os melhores campos na Copa do Mundo", disse Jerome Valcke, secretário da Fifa. "Durante a Copa das Confederações, tivemos uma reunião de emergência com o Andrés (Sanchez), mas olho hoje e sei que estará tudo pronto. O campo está perfeito e já poderá receber jogos daqui a algumas semanas. O que foi feito aqui é fabuloso", completou.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, também elogiou o gramado do estádio corintiano. “Quando a gente olha para esse estádio nem acredita que seja grama natural, parece sintética. Esse estádio está destinado a acolher grandes clássicos. Fico muito feliz porque, não só o Corinthians ou São Paulo, mas o Brasil poderá receber esse estádio", comentou. 

Segundo o ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, o clube fará jogos oficiais no estádio a partir de fevereiro de 2014. O estádio já tem mais de 80% de suas obras concluídas e será entregue pela Odebrecht em dezembro, seis meses antes da Copa do Mundo.  

Leia tudo sobre: corinthiansmané garrinchacopa 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas