Jorginho se irrita com derrota do Náutico e cobra mudança: "Tudo tem limite"

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

No clube há apenas uma semana, o treinador já tem duas derrotas em duas partidas, uma pelo Brasileirão e a outra na Copa Sul-Americana

Site oficial
Jorginho, técnico do Náutico

Derrotado pela segunda vez desde que chegou ao Náutico, o técnico Jorginho se irritou após o revés desta quarta-feira, contra o rival Sport, na Ilha do Retiro. Após a partida, que dificultou a situação do Timbu na Copa Sul-americana, o comandante alvirrubro se exaltou e pediu mudança de atitude à equipe, lanterna do Campeonato Brasileiro.

"Eu entendo que tudo na vida tem um limite. Precisamos ter atitude. Perder machuca muito, mas eu ainda não sei o que fazer. Caso a gente perca, precisa ser com dignidade. Quem veio ao estádio não merecia ver isso", disse.

No Náutico há apenas uma semana, Jorginho tem duas derrotas em duas partidas no comando do time. Além do mau desempenho, não vê sua equipe balançar as redes adversárias há quatro confrontos. Por causa disso, já cogita modificar a equipe.

Jorginho vai conseguir tirar o Náutico da situação ruim? Comente

"Não adianta depois dos 90 minutos ter um discurso bonito. Isso já foi. Então para mim não aceito. Estou com a cabeça inchada. Alguma coisa tem que ser feita. Não sei o que é, mas tem que ser feita. Temos que tomar alguma atitude", acrescentou.

Apesar do 2 a 0 e o pleno domínio sofrido diante do Sport na Ilha do Retiro, Jorginho ainda admitiu acreditar em uma classificação às oitavas de final da Copa Sul-americana no jogo da volta, quarta-feira da semana que vem, na Arena Pernambuco. "Foi apenas a primeira partida. Teremos outra pela frente, e esses jogadores são os mesmos que marcaram três gols no Internacional", encerrou, referindo-se à última vitória da equipe, contra o Internacional, por 3 a 0, na 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: NáuticoJorginhoSul-Americana

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas