Clube gaúcho encerra a 15ª rodada do Brasileiro a três pontos do Corinthians, que ocupa a quarta colocação e tem um jogo a mais

Alvos de vaias em Novo Hamburgo, poucos jogadores do Internacional aceitaram dar entrevista na saída do gramado após ficarem no 0 a 0 com o Atlético-MG mesmo tendo um jogador a mais desde o primeiro tempo. Mas o capitão D’Alessandro falou. E contestou as críticas após a quinta partida seguida sem vitória colorada.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Estamos a três pontos do G4 com um jogo a menos. Vamos continuar lutando", disse o argentino, sem, no entanto, se alongar em suas declarações, apressando-se para acompanhar os colegas na caminhada para os vestiários.

Leia mais: Com um jogador a menos, Atlético-MG segura empate com Inter

O meia tem razão. O clube gaúcho encerra a 15ª rodada do Brasileiro a três pontos do Corinthians, que ocupa a quarta colocação e tem um jogo a mais em relação ao Inter, já que os porto-alegrenses estão com uma partida adiada contra o Santos.

Sobre a partida, os jogadores minimizaram a falta de gols mesmo depois da expulsão de Fernandinho, do Atlético-MG, por cotovelada em Jorge Henrique aos 36 minutos da etapa inicial. "O que precisamos é ter tranquilidade para fazer os gols quando surgirem as oportunidades", simplificou Jorge Henrique, atacante improvisado na lateral direita neste domingo.

"Tentamos e não conseguimos, mas é mérito do Atlético-MG, que é uma grande equipe. O importante é que não estamos perdendo. Somar um ponto em casa não é bom, mas tem que ser valorizado porque lá na frente pode nos ajudar", indicou o volante Willians.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.