Segundo jornal Marca, atacante recém-transferido para o Monaco pode deixar equipe por causa de tributos no Principado, que reduziriam seus vencimentos pela metade

Falcao marcou seu primeiro gol no Campeonato Francês e Monaco estreou com vitória
Bob Edme/AP
Falcao marcou seu primeiro gol no Campeonato Francês e Monaco estreou com vitória

Menos de três meses depois de ter se tornado a transferência mais cara da história do futebol francês, Falcao García pode estar de saída do Monaco. É o que garante a edição deste domingo do jornal espanhol Marca .

Segundo a publicação, o atacante colombiano foi oferecido ao Real Madrid nos últimos dias. O motivo da negociação seriam os altos impostos cobrados pelo governo francês no principado, que teriam reduzido os vencimentos de Falcao pela metade - de 14 milhões de euros anuais (R$ 26 milhões) para 7 milhões (R$ 13 milhões).

O aumento da carga tributária ocorreu após a transferência do atleta para o Monaco ter sido selada. Além disso, ele estaria insatisfeito com o projeto esportivo da equipe.

O Marca garante ainda que os agentes do atleta já pensam em outros clubes para ele atuar caso a negociação com o Real Madrid não avance, embora não dê data para que isso seja confirmado. Chelsea e Manchester United seriam essas equipes.

Falcao García foi comprado pelo Monaco no final de maio, quando atuava pelo Atlético de Madrid.  Na época, a imprensa europeia noticiou que o valor total da transferência chegava a 60 milhões de euros (cerca de R$ 191 milhões). Segundo o Marca , a negociação foi selada por 45 milhões de euros (R$ 143 milhões). O clube foi adquirido no ano passado pelo magnata russo Dmitry Rybolovlev.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.