Resultado fez a equipe gaúcha subir para a terceira posição com 25 pontos, enquanto o Vasco, que permaneceu com 19 pontos, caiu para a décima colocação

O Grêmio não tomou conhecimento do mando de campo e derrotou o Vasco por 3 a 2, em partida disputada na noite deste sábado, em São Januário. O resultado fez a equipe gaúcha subir para a terceira posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro com 25 pontos ganhos, enquanto o Vasco, que permaneceu com 19 pontos, caiu para a décima colocação.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

O resultado fez justiça ao melhor desempenho da equipe dirigida por Renato Gaúcho, muito superior ao adversário, durante os 90 minutos. O time carioca, por sua vez, cometeu muitos erros e acabou frustrando a torcida que enfrentou a chuva para incentivar a equipe e acabou deixando o estádio frustrada, por mais um tropeço dentro de casa. Barcos, dois, e Ramiro marcaram para o Grêmio. Alex Telles, contra,e André fizeram os gols do Vasco.

Na próxima rodada, o Vasco receberá o Corinthians, enquanto o Grêmio terá o Flamengo, pela frente. Por enquanto, os dois jogos estão marcados para o Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Grêmio venceu o Vasco em São Januário e Barcos marcou dois gols
Divulgação
Grêmio venceu o Vasco em São Januário e Barcos marcou dois gols

Os dois times ainda estavam se estudando quando o Grêmio marcou o primeiro gol, aos cinco minutos. Riveros cruzou, o estreante Cris falhou e a bola sobrou para o argentino Barcos que teve frieza suficiente para deslocar o goleiro Diogo Silva e colocar a bola nas redes.

O time do Vasco ficou desorientado e demorou a se encontrar dentro da partida. O time gaúcho fazia uma marcação forte e impedia que os lançamentos de Juninho Pernambucano chegassem aos atacantes. Aos 18 minutos, o Grêmio desperdiçou uma boa oportunidade para aumentar. Kleber lançou Alex Telles na esquerda e o cruzamento encontrou Riveros na área, mas o meia paraguaio furou e perdeu a chance de concluir.

A equipe dirigida por Renato Gaúcho seguia com o controle da partida, enquanto o Vasco se perdia em passes errados que provocavam a irritação da torcida. E o zagueiro Cris não era perdoado pela falha no primeiro gol e era vaiado sempre que tocava na bola.

Mesmo sem jogar bem, o Vasco acabou chegando ao empate, aos 25 minutos, em jogada de bola parada. Juninho Pernambucano bateu falta,do lado esquerdo da área, Alex Telles tentou afastar, mas acabou cabeceando para o fundo das redes de Dida.

A igualdade animou o time carioca que partiu para cima do adversário, tentando o gol de desempate. Aos 31 minutos, Juninho Pernambucano levantou, Barcos cortou com defeito e a bola sobrou para Fagner que concluiu muito mal.

Mesmo sem realizar uma partida brilhante, o Grêmio acabou desempatando aos 36 minutos.Ramiro recebeu na intermediária, arriscou e a bola entrou no ângulo esquerdo de Diogo Silva, sem qualquer chance de defesa para o goleiro cruz-maltino.

Mais uma vez em desvantagem, o time comandado por Dorival Júnior continuava encontrando dificuldades para organizar jogadas ofensivas. Juninho era muito bem vigiado e Pedro Ken não aparecia na armação. Só restavam as bolas paradas para tentar causar problemas na defesa gaúcha. E até o final do primeiro tempo, o time carioca não conseguiu criar mais nada, o que fez sua torcida vaiar com intensidade quando o time desceu para os vestiários.

O Vasco voltou para o segundo tempo com Montoya no lugar de Pedro Ken e Tenorio na vaga de Eder Luis. Segundo o técnico Dorival Júnior, o atacante deixou a equipe por estar sentindo dores na perna. E o time carioca começou o segundo tempo com mais disposição, tentando utilizar as laterais para se aproximar da área gremista.

Enquanto o Vasco tentava pressionar, o Grêmio aproveitava os espaços deixados pelo adversário e quase aumentou aos quatro minutos. Pará foi lançado nas costas de Henrique, driblou Rafael Vaz, mas seu chute se chocou com a trave esquerda.

Um minuto depois, a equipe dirigida por Renato Gaúcho chegou ao terceiro gol. Barcos recebeu na entrada da área, se livrou de três marcadores e chutou forte para vencer Diogo Silva. Depois de sofrer mais um gol do atacante argentino, o goleiro Diogo Silva também passou a ser hostilizado pela torcida.

O Vasco não conseguia se acertar e só aos 16 minutos, é que conseguiu chutar ao gol adversário,mas a conclusão de Montoya não levou qualquer perigo ao gol defendido por Dida. Um minuto depois foi a vez do lateral Henrique cruzar errado quando André e Tenorio esperavam o lançamento na área.

Dorival Júnior trocou o lateral-esquerdo Henrique pelo meia Marlone para tentar aumentar a agressividade da equipe carioca. Wendel passou para a lateral esquerda e, aos 25 minutos, criou boa jogada e cruzou para André que cabeceou com grande perigo.

A resposta gremista foi fulminante. Alex Telles fez ótimo passe para Kleber que entrou livre na área, mas se desequilibrou e acabou desperdiçando a chance de anotar o quarto gol.

Nos minutos finais, diante de uma torcida revoltada com o desempenho da equipe, o Vasco tentou, pelo menos, marcar o segundo gol para diminuir o prejuízo, o que acabou acontecendo aos 41 minutos. Juninho Pernambucano cobrou escanteio, a defesa gaúcha se atrapalhou e André empurrou, de cabeça, para dentro do gol, definindo o placar da partida.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 3 GRÊMIO

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de agosto de 2013, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Fávio Gomes Barroca (RN)
Público: 15.781 torcedores 
Cartões amarelos: Tenorio e Juninho Pernambucano (Vasco); Kleber e Gabriel (Grêmio)
Gols: VASCO: Alex Telles, contra, aos 25 minutos do primeiro tempo; André, aos 41 minutos do segundo tempo GRÊMIO: Barcos, aos cinco minutos do primeiro tempo e aos cinco minutos do segundo; Ramiro, aos 36 minutos do primeiro tempo

VASCO: Diogo Silva, Fagner, Cris, Rafael Vaz e Henrique (Marlone); Abuda, Wendel, Pedro Ken(Montoya) e Juninho Pernambucano; Eder Luis (Tenorio) e André
Técnico: Dorival Júnior

GRÊMIO: Dida, Werley, Rhodolfo e Gabriel; Pará, Souza (Matheus Biteco), Ramiro, Riveros(Guilherme Biteco) e Alex Telles; Kleber (Saimon) e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.