Clube ucraniano é acusado de se envolver com manipulação de resultados em 2008

A Uefa informou, nesta sexta-feira, que a CAS (Corte Arbitral do Esporte) não aceitou o recurso encaminhado pelo Metalist e confirmou a exlusão da equipe ucraniana da edição 2013/2014 da Liga dos Campeões da Europa.

Na última quarta-feira, a entidade máxima do futebol europeu declarou a exclusão do time dos brasileiros Rodrigo Moledo, Márcio Azevedo, Marlos, Cleiton Xavier e Diego Souza da Champions League . O Metalist é acusado de se envolver com manipulação de resultados em 2008.

Leia mais: Por manipulação de resultados, Metalist é excluído da Liga dos Campeões

Diante da eliminação do clube ucraniano, o PAOK, da Grécia, ganhou a oportunidade de disputar a fase preliminar da Liga dos Campeões contra o Schalke 04. Por causa disso, o clube grego não jogará a última eliminatória da Liga Europa, e abrirá vaga direta na fase de grupos para o Maccabi Tel-Aviv, que seria seu adversário na eliminatória.

A Corte Arbitral do Esporte já havia punido o diretor-esportivo do Metalist, Yevhen Krasnikov, em cinco anos. O dirigente foi condenado por participação em esquema de manipulação de resultados em partidas disputadas na temporada 2007-2008.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.