Por conforto no G4, Sport recebe o ameaçado Atlético-GO

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Equipe pernambucana tenta fazer valer o fator casa para se firmar de vez no G4 da Série B

Terceiro colocado da Série B do Campeonato Brasileiro, com 27 pontos, apenas dois a mais que o quinto colocado, o Sport busca tranquilidade na zona de acesso para a elite nacional. Nesta terça-feira, na Ilha do Retiro, a partir das 21h50 (de Brasília), a equipe de Marcelo Martelotte encara o Atlético-GO, pensando em se firmar ainda mais no G4, lugar de onde o time não sai desde a nona rodada.

Confira a classificação e a tabela de jogos da Série B

No último jogo, contra o Ceará, também em casa, o Leão venceu por 2 a 1, mas não deixou de ser ameaçado por seus concorrentes diretos às primeiras posições, como o América-MG e o Paraná, que também venceram na rodada.

"Não gosto de fazer essas contas. Mas não acredito que o que aconteceu no ano passado se repetirá, quando cinco equipes polarizaram a disputa e elevou a pontuação para subir. Esse ano, Palmeiras e Chapecoense se desgarraram e outros seis equipes estão brigando pelas duas vagas restantes. Pelo menos, esse é o cenário de momento", analisou Martelotte.

Diante do Atlético-GO, o técnico não poderá contar com o volante Rithely, expulso no duelo com os cearenses. No lugar dele, Renan Teixeira deve ficar entrar e compor o meio.

Por outro lado, o treinador já tem à disposição os reforços do atacante Diego Maurício e do meia Chumacero, duas das grandes contratações do Rubro-negro para a temporada. Ambos estão prontos para estrear e podem ser escalados entre os titulares.

Do lado do Dragão, a derrota em casa para o Bragantino na última rodada deixou a equipe em situação delicada. Com 16 pontos, um a mais que o Guará, primeiro time da zona de rebaixamento, os goianos ocupam a 14ª colocação.

O treinador PC Gusmão, que viu evolução na equipe mesmo após o revés, vai contar com o retorno de Ernandes na lateral direita. Assim, John Lennon, que entrou como titular contra o Massa Bruta, volta para o banco de reservas.

O goleiro Márcio acredita que a equipe não pode mais mostrar fragilidade, pois atingiu o limite de tropeços possíveis. Mesmo assim, ele acredita que é possível roubar pontos do Sport na casa dos pernambucanos."Claro que alguns jogadores ficam tristes, pelas circunstâncias, pelos jogos que a gente vem perdendo em casa. Quando a gente espera que vai acontecer alguma coisa boa, aí a gente tem mais um tropeço, mas faz parte do futebol, temos que ter equilíbrio nesse momento. É uma decisão, o Sport vai brigar para subir de qualquer jeito, a gente começou a competição com esse pensamento, mas vivemos outro momento e esse jogo vai ser uma grande decisão para a gente", declarou ao Portal 730.

FICHA TÉCNICA
SPORT X ATLÉTICO-GO

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 16 de agosto de 2013, sexta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Vitor Carmona Metestaine (SP) e Edilson Frasão Pereira (TO)

SPORT: Magrão; Patric, Tobi, Gabriel e Marcelo Cordeiro; Anderson Pedra, Renan Teixeira, Patrik Silva e Lucas Lima; Felipe Azevedo e Marcos Aurélio
Técnico: Marcelo Martelotte

ATLÉTICO-GO: Márcio; Rafael Cruz, Ednei, Diego Giaretta e Ernandes; Renan Foguinho, Marino, Bida, João Paulo e Jorginho; Anselmo
Técnico: PC Gusmão

Leia tudo sobre: série Bsportatlético-go

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas