Time do Palestra Itália venceu todas as cinco vezes que enfrentou os paraenses em São Paulo. Encontro mais recente foi pela Copa do Brasil de 2010

Líder da Série B, Palmeiras jamais perdeu do Paysandu em jogos na capital paulista
Piervi Fonseca/Agif/Gazeta Press
Líder da Série B, Palmeiras jamais perdeu do Paysandu em jogos na capital paulista

O Palmeiras recebe a visita do Paysandu neste sábado, em jogo válido pela 16ª rodada da Série B , com uma invencibilidade a ser defendida. Afinal de contas, nas 13 vezes em que as duas equipes estiveram frente a frente, o clube do Palestra Itália venceu sete, empatou duas e perdeu quatro. Nenhuma destas derrotas, porém, aconteceu na capital paulista.

Foram cinco partidas disputadas entre os times em São Paulo, todas no Palestra Itália. O Palmeiras venceu as cinco, tendo marcado dez gols e sofrido apenas quatro. O último destes duelos aconteceu no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil de 2010, que terminou com placar de 1 a 0 para os paulistas.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Apesar do aproveitamento perfeito na capital paulista, o Palmeiras já foi derrotado pelo Paysandu como mandante. Em partida válida pelo Campeonato Brasileiro de 1994, o clube paraense levou a melhor atuando no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. O gol do atacante Antônio Carlos definiu o triunfo por 1 a 0 sobre o time de Roberto Carlos, Rivaldo, César Sampaio, Zinho e Evair.

Nesta Série B, o Palmeiras é o líder com 37 pontos em 15 jogos. Já o Paysandu aparece na zona de rebaixamento: com 15 pontos, é o 18º lugar. Ainda assim, o técnico Gilson Kleina reuniu o elenco palmeirense para uma conversa antes do treinamento desta sexta-feira para tentar conter a empolgação dos atletas com a boa campanha.

"Nenhum clube vem relaxado contra nós. O primeiro ponto nosso é não olhar a tabela do adversário, mas o desempenho. Contra o Joinville, o Paysandu administrou uma vitória difícil", disse Kleina, citando o triunfo de sete dias atrás dos paraenses, que começam a rodada com a terceira campanha da competição.

"O Paysandu tem seus pontos fortes e vulnerabilidades, como nós e todos os times. Nós que precisamos procurar o gol, mas precisamos saber que, de repente, a proposta deles pode ser de esperar o nosso ou nos marcando na frente, como já fomos surpreendidos assim pelo ABC", completou o treinador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.