Atacante teve as melhores chances contra o Fluminense, mas parou em dura marcação rival

Emerson apanhou muito de seus ex-colegas de Fluminense
Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Emerson apanhou muito de seus ex-colegas de Fluminense

Emerson foi o melhor jogador do Corinthians no empate por 0 a 0 com o Fluminense. Marcado pela torcida de seu ex-time e por ex-companheiros, ele disse não ter se surpreendido com a frequência e a violência das faltas sofridas: "Já esperava, pela rivalidade".

Veja a classificação do Brasileirão

Edinho cometeu duas faltas duras em sequência, ainda no primeiro tempo, e escapou de ser expulso. Em outro lance, aos 33 minutos da etapa final, Gum parou o Sheik com um carrinho chamativo e recebeu o cartão vermelho do árbitro André Luiz de Freitas Castro.

Por isso, o atacante corintiano discordou da maioria de seus companheiros e não ficou satisfeito com o ponto conquistado no reconstruído Maracanã. "Não foi bom. Com um jogador a mais e com um bom volume de jogo, do meu ponto de vista, não foi um bom resultado."

Bem mais ativo no campo do que a maioria dos colegas, Emerson teve duas chances no período em que o time tricolor teve um a menos. Na primeira, ele acabou sendo travado após o giro na risca da pequena área. Na segunda, já aos 47 minutos, parou em ótima defesa de Diego Cavalieri.

"Com a velocidade do Emerson, ficamos com um homem a mais. Abrimos o jogo, buscamos o gol da vitória e tivemos a bola do jogo, mas o Cavalieri acabou fazendo a defesa. Buscamos, mas foi insuficiente para que saíssemos vitoriosos", comentou o técnico Tite.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.