Goleiro do Grêmio evitou gol do jogador do Cruzeiro quando o duelo de quarta-feira ainda estava 0 a 0

Dida defende a cobrança de Everton Ribeiro
Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Dida defende a cobrança de Everton Ribeiro

O Cruzeiro poderia ter tido melhor sorte na partida contra o Grêmio, em Porto Alegre, se o meia-atacante Everton Ribeiro tivesse convertido uma cobrança de pênalti no momento em que a partida estava empatada em 0 a 0. O jogador cobrou a penalidade, mas o goleiro Dida fez a defesa, que deu moral ao time gaúcho, que venceu por 3 a 1.

Comente esta notícia com outros torcedores

Everton Ribeiro afirma que cobrou o pênalti da mesma forma que sempre faz, e deu méritos ao goleiro gremista. "Bati como eu sempre bato. Espero o goleiro até o último momento e ele foi bem no canto. Mas ele é alto, então foi mérito dele. O Dida fez grande defesa, foi bem no lance", declarou.

Além do pênalti desperdiçado, o Cruzeiro teve dificuldades no jogo porque o volante Souza foi expulso ainda no primeiro tempo, dificultando a missão celeste de conquistar a vitória. Everton Ribeiro afirma que jogar com um jogador a menos foi decisivo para a Raposa não ter conseguido somar pontos.

"Dificulta com um jogador a menos, mas o Souza vem nos ajudando muito e tem crédito. Corremos, mas não deu e vamos pensar no Vitória. Não tem tempo de descansar, mas isso é bom para a gente dar a volta por cima rápido. Vamos jogar em casa e não podemos pensar outro resultado que não seja a vitória", disse.


* Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.