Diego Sacoman contesta a derrota da Ponte Preta: "Juiz foi decisivo"

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Zagueiro reclama da expulsão do colega de setor César e ainda cobrou marcação de falta no terceiro gol do Vitória

Após a derrota por 3 a 1 da Ponte Preta para o Vitória, na última quarta-feira, em Salvador, o zagueiro Diego Sacoman destacou que uma das causas para o resultado desfavorável foi a expulsão de César.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

"Não sou de falar de arbitragem, mas o juiz foi decisivo ao expulsar o César quando, para mim, não devia. Foi um lance normal, no qual ele ganhou a frente do atacante. E na jogada do terceiro gol foi falta deles, que ele não assinalou", disse o zagueiro.

Leia mais: Mesmo desfalcado, Vitória se recupera e vira sobre a Ponte Preta

Apesar disso, o defensor esqueceu a derrota e já pensa no próximo duelo com o Goiás no domingo, às 16 horas (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli. "Agora é levantar a cabeça, pois temos um jogo dificílimo pela frente. Temos que ganhar de qualquer jeito dentro de casa, para nos distanciar cada vez mais dessa zona de rebaixamento", afirma Sacoman.

No jogo com o Vitória, a Macaca foi para os vestiários com o placar favorável, ganhando por 1 a 0. No segundo tempo, a equipe de Paulo Cesar Carpegiani teve uma queda brusca de rendimento e acabou levando a virada. Diante da situação, Sacoman enfatizou a preparação do elenco. Temos que nos preparar bem para a cada jogo estar 100%", finaliza.

Em 13 partidas disputadas, a Ponte Preta está na 13ª colocação, com 15 pontos e quatro vitórias.

Leia tudo sobre: ponte pretabrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas