Suspensão de laboratório surpreende CBF e ameaça exames antidoping do Brasileiro

Por Bruno Winckler - iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Entidade anuncia na segunda onde vai realizar os exames. Laboratório de Bogotá é o favorito

Reuters
CBF não tem onde realizar os exames antidoping

A suspensão do laboratório Ladetec (Laboratório de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da UFRJ), pegou a CBF de surpresa. O laboratório fora escolhido em maio para ser responsável pela análise de todos os exames antidoping das partidas chanceladas pela entidade. Na sexta-feira, a Agência Mundial Antidoping (Wada) suspendeu o credenciamento do Ladetec: único laboratório brasileiro autorizado a fazer exames antidoping.

Agência Mundial Antidoping suspende único laboratório brasileiro credenciado

Via assessoria de imprensa, a CBF informou que na segunda-feira vai informar quais serão as medidas que a entidade vai tomar em relação às amostras que foram coletadas nas últimas rodadas das Séries A, B, C, D e da Copa do Brasil.

Segundo a CBF, Fernando Solera, presidente da comissão antidoping da entidade, viaja neste domingo para Bogotá, capital da Colômbia. Lá ele se reúne com Gloria Gallo Isaza, diretora do "Laboratorio de Controle al Dopaje", único laboratório da América do Sul reconhecido pela Wada depois da suspensão do Ladetec. É lá que a CBF pretende realizar as análises do material coletado nos jogos no Brasil. 

O Ladetec tem 21 dias para recorrer da decisão à Corte Arbitral do Esporte. A Wada é responsável pelo credenciamento de laboratórios antidoping e explicou que pode suspendê-los em caso de falha no cumprimento dos padrões internacionais, para "manter os mais altos padrões de qualidade".

A Wada não especificou as supostas falhas cometidas pelo Ladetec. "Uma outra decisão sobre possível revogação do credenciamento do laboratório será tomada pelo comitê executivo da Wada", acrescentou a agência mundial.

Leia tudo sobre: brasileirãocbf

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas