Mesmo sem vencer, cariocas voltam à ponta do Brasileirão, mas podem ser superados por Cruzeiro e Coritiba no domingo

Disputando a liderança do Campeonato Brasileiro com Cruzeiro e Coritiba, o Botafogo foi a Brasília na noite deste sábado para enfrentar o Goiás pela 13ª rodada, e voltou para casa apenas com um empate em 1 a 1 Os gols foram marcados no segundo tempo por Rafael Marques e André bahia contra.

Confira classificação, tabela de jogos e artilharia do Campeonato Brasileiro

O resultado deixa o alvinegro na liderança isolada do Brasileirão com 25 pontos, mas neste domingo, no complemento da rodada, o Cruzeiro (24) e o Coritiba (23), entram em campo diante de Santos e Vasco, respectivamente, e podem deixar a equipe de General Severiano na terceira colocação.

Seedorf domina a bola durante o duelo do Botafogo com o Goiás
Gazeta Press
Seedorf domina a bola durante o duelo do Botafogo com o Goiás

Botafogo e Goiás jogarão em casa na próxima rodada. Os cariocas recebem o Internacional no Maracanã, na quinta-feira. Já os goianos enfrentam o Flamengo no Serra Dourada, na quarta-feira.

O jogo

O primeiro tempo de Botafogo e Goiás foi corrido e com muita pegada de ambas as partes. Apesar de melhor tecnicamente, o Botafogo não contava com Seedorf em um dia inspirado e tinha dificuldades para penetrar na defesa adversária, e permitiu que o Goiás equilibrásse o jogo.

O alvinegro carioca não conseguiu produzir nenhuma chance clara de gol, enquanto o Verdão do Centro-Oeste teve a melhor oportunidade de abrir o placar nos primeiros 45 minutos.

O Fogão chegou a levantar a torcida aos 10 minutos, quando Elias aproveitou um rebote de um chute de Renato e mandou para as redes. O gol, porém, foi anulado em função do impedimento do atacante carioca.

Quatro minutos depois, mais um lance de perigo. Seedorf toca no meio da área mas Rafael Marques completa mal para o gol e isola a bola. O Goiás começa a crescer no jogo. Aos 18, Walter acionou Vítor e este cruzou da direita. Paulo, no segundo pau, tenta cruzar rasteiro, mas Jefferson sai e faz a defesa.

O goleiro seria fundamental no melhor lance do primeiro tempo, quando Hugo, livre de marcação, recebeu cruzamento de Tartá na área. O atacante chutou forte e Jefferson mostrou porque é um dos melhores do Brasil na posição, salvando o Botafogo num lance de puro reflexo.

O Goiás ainda chegou mais uma vez com perigo na primeira etapa aos 36. Escanteio cobrado e Rodrigo cabeceou a esquerda de Jefferson, dando susto na defesa alvinegra.

O segundo tempo em Brasília começou diferente, com o Botafogo a todo vapor em busca do gol. Logo aos 3, Vitinho foi lançado e concluiu para a defesa de Renan, e no rebote, Elias mandou pra fora. Na sequência, Vitinho acerta o travessão.

Aos 6, Rafael Marques abriu o placar. O lateral Gilberto cruzou, a bola bate em Elias e sobra para o atacante finalizar para o fundo do gol no Mané Garrincha.

O Goiás tenta reagir e Walter arrisca de longe aos 10, mas a bola vai pela linha de fundo. O Bota, por sua vez, continua embalado e quase amplia aos 12. Elias recebeu livre mas parou no goleiro Renan, que fez boa defesa.

A equipe goiana não se entregava e voltou a ameaçar aos 19, quando mais uma vez o Bota contou com Jefferson. Renan Oliveira foi lançado na área e ficou cara a cara com o goleiro, que foi mais esperto e evitou o gol.

Mas a sorte estava do lado do Goiás, e, aos 23, Renan Oliveira cruzou na área e André Bahia tocou para o próprio gol ao tentar o corte: 1 a 1. O time do Centro-Oeste esteve muito perto do segundo gol aos 37, quando Walter fez boa jogada e soltou uma bomba que explodiu na trave.

FICHA TÉCNICA -  BOTAFOGO 1 X 1 GOIÁS

Local: Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF)
Data: 10 de agosto de 2013 (Sábado)
Horário: 18h30 (de Brasília)
Renda: R$ 1.440.765
Píblico: 23.322 presentes
Árbitro: Sandro Meira Ricci (PE)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
Cartões amarelos: André Bahia e Gilberto (Bota); David, William Matheus e Hugo (Goiás)
Cartão vermelho: Hugo (Goiás)

Gols:
BOTAFOGO: Rafael Marques, aos 6 minutos do segundo tempo
GOIÁS: André Bahia (contra), aos 23 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Jéfferson; Gilberto, André Bahia, Dória e Julio Cesar (Lima); Marcelo Mattos, Renato, Seedorf e Vitinho; Elias (Henrique) e Rafael Marques (Alex)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

GOIÁS: Renan; Vítor, Ernando, Rodrigo e William Matheus (Valmir Lucas); Amaral, David, Paulo (Renan Oliveira) e Tartá; Hugo e Walter
Técnico: Enderson Moreira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.