Patrocinadora freou investimentos e elenco de Vanderlei Luxemburgo não deve ser reforçado

A diretoria do Fluminense vem trabalhando para reforçar o elenco, que é tratado como inferior ao que conquistou o Brasileiro do ano passado. Atravessando um mau momento financeiro, com atrasos salariais, e vendo sua principal parceira e patrocinadora sem apetite por contratações, o clube tem sofrido com o mercado cada vez mais competitivo.

Peter Siemsen tem dificuldades para contratar
Divulgação
Peter Siemsen tem dificuldades para contratar

Veja a tabela completa do Brasileirão

clube vinha negociando o retorno do meia Carlos Alberto, que desde a semana passada está sem time. Porém, não houve acordo sobre as bases salariais. Além disso, o nome do atleta, mesmo tendo sido revelado nas categorias de base do Tricolor, encontrava resistência dentro do clube.

Outro que estava nos planos era o zagueiro Antônio Carlos, que pediu para não atuar pelo Botafogo para não esgotar a cota que permitiria uma transferência para outro time do país. O problema neste caso é que o jogador, mesmo tendo chegado a um acordo com os tricolores, não conseguiu a liberação por parte do Glorioso. Os botafoguenses pretendem fazer negócio com uma equipe dos Emirados Árabes Unidos. Para piorar, o relacionamento entre as diretorias de Botafogo e Fluminense não é bom.

Por fim, o clube também fracassou na tentativa de contratar o meia argentino Jesús Dátolo, que vive a mesma situação de Antônio Carlos, só que no Internacional. O atleta está sem atuar e o Fluminense abriu negociações com o Colorado. O problema é o alto salário do jogador. O clube gaúcho não aceitar arcar com parte dos vencimentos, proposta apresentada pelos cariocas.

Dentro de campo o elenco segue se preparando para o clássico deste domingo contra o Flamengo, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para esse compromisso, o técnico Vanderlei Luxemburgo não poderá contar com o zagueiro Gum, que vai cumprir suspensão.

Assim, Digão vai entrar para compor o setor com Leandro Euzébio. Dessa maneira, a tendência é o time entrar em campo com a seguinte escalação: Diego Cavalieri, Igor Julião, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean, Felipe e Wágner; Rafael Sobis e Fred. Neste sábado os jogadores participam de um recreativo e depois começa a concentração.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.