Flamengo sofreu empate contra a Portuguesa nos acréscimos ao levar gol de cabeça do goleiro Lauro

Lauro comemora gol contra o Flamengo
Adalberto Marques/Agif/Gazeta Press
Lauro comemora gol contra o Flamengo

O gol sofrido no último lance de jogo contra a Portuguesa, que impediu mais uma vitória do Flamengo no Campeonato Brasileiro , deixou o treinador Mano Menezes bastante irritado. Em cobrança de escanteio, o goleiro Lauro aproveitou o cruzamento de Souza e colocou para o fundo das redes. Para o comandante, seus jogadores mostraram falta de experiência nos últimos minutos, já que não poderiam permitir uma bola na área com a vantagem no placar.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Nos últimos instantes, eles colocaram três homens enfiados na área, coloquei o Samir para que ganhássemos a bola aérea e permitimos um escanteio. Deixamos o Lauro solto. Até pelo histórico, devíamos estar atentos. Já no início da jogada foi assim, quando ele deu um chutão e só o Elias pressionou. Tínhamos um a mais. Faltou experiência para segurarmos a bola", avaliou Mano Menezes.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro

Apesar de não ter conquistado a segunda vitória consecutiva para embalar no Campeonato Brasileiro, o treinador aprovou a atuação do Flamengo e a formação tática adotada no Estádio Mané Garrincha. Mano Menezes optou por reforçar o meio de campo da equipe, colocando três volantes, apesar de Elias ter mais liberdade para atacar. Desta forma, o jovem Gabriel ficou encarregado pela armação.

"Quando o adversário propõe mais o jogo, se faz a transição rápida e chega na frente. Quando você precisa buscar o espaço, não acontece. Ainda assim, o sistema nos deu segurança. Não adianta mudar toda hora. A equipe se comportou bem. O resultado nos deixa triste e temos a exata noção do que esses três pontos significariam", destacou o treinador.

Depois de perder a chance de ficar ainda mais próximo dos líderes, ficando entre os dez primeiros colocados, Mano Menezes pede uma resposta rápida de seus jogadores. No próximo domingo, o Flamengo tem pela frente o rival Fluminense, e o treinador espera uma recuperação semelhante ao que foi apresentado diante do Atlético-MG depois de perder para o Bahia.

"Não podemos ficar muito tempo sentindo isso, porque temos um jogo da grandeza de um Fla-Flu no domingo. Temos que dar respostas rápidas, da mesma maneira que foi contra o Atlético-MG. Não foi uma tragédia, foi apenas um jogo onde deixamos escapar dois pontos no final. Quando se está afirmando uma equipe, a sequência de vitórias dá segurança", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.