Time de Campinas conquista quinta vitória em oito partidas e mantém invencibilidade da Série C

Único time invicto na Série C, o Guarani repetiu nesta quinta a fórmula de sucesso utilizada até aqui na competição. Novamente sem tomar gols, o alviverde campineiro fez a festa da torcida no Brinco de Ouro da Princesa com vitória por 2 a 0 sobre o Vila Nova e de quebra se manteve na liderança do Grupo B da terceirona. Os gols foram marcados por Henan e Edmilson, ambos no segundo tempo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com a vitória, a quinta em oito partidas, o Bugre chega aos 18 pontos e reassume a ponta do Grupo B - ocupada provisoriamente pelo Caxias após o triunfo por 2 a 0 sobre o Barueri na abertura da rodada, na quarta. Além disso, a equipe do técnico e aniversariante Tarcísio Pugliese completou oito jogos sem tomar gols e bateu marca estabelecida pelo time campeão brasileiro em 1978.

Do outro lado, o Vila Nova cai para a terceira posição e vê o rival desta quinta se distanciar quatro pontos na briga pela liderança. No domingo, o time goiano tenta a recuperação diante do quinto colocado Macaé, no Serra Dourada. Já o Guarani viaja a Catalão (GO) para encarar o lanterna Crac, também no domingo.

Apesar do duelo valer a liderança, os dois times pouco criaram no primeiro tempo. Preocupado com a marcação, a equipe goiana permitiu aos donos da casa terem maior posse de bola. O volume de jogo, no entanto, não foi convertido em finalizações. O único lance de perigo da etapa inicial veio em cobrança de falta direta de Fumagalli que quase surpreendeu o goleiro Marcelo Pitol.

O segundo tempo começou mais agitado. Após tomar susto em chute de Douglas, o Guarani acordou e voltou a dominar as investidas. Em uma delas, o centroavante Nena errou drible na entrada da área e irritou os torcedores bugrinos. Ouvindo o princípio de vaias nas arquibancadas, Pugliese tirou o camisa 9 e apostou em Henan.

Na primeira boa chance, aos 22, o reserva aproveitou cruzamento vindo da esquerda de Roninho e testou firme para abrir o placar. O gol inflamou o time bugrino, que seguiu no ataque e não demorou muito para ampliar o placar.

Nove minutos depois, Fernandinho cruzou na pequena área e o volante Edmilson, que quase deixou o campo após forte queda na metade do primeiro tempo, subiu no terceiro andar para dar números finais ao jogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.