Na visão do volante Pierre, o árbitro foi o principal responsável pelo resultado ao ter deixado de marcar um pênalti

Ronaldinho é cercado por Gilberto e Vitinho
Angelo Pettinati/Agif/Gazeta Press
Ronaldinho é cercado por Gilberto e Vitinho

Os jogadores do Atlético-MG foram unânimes em afirmar que o time apresentou evolução após uma série de jogos ruins no Campeonato Brasileiro , mas não ficaram nada satisfeitos com a arbitragem do paulista Raphael Claus. Na visão do volante Pierre, o árbitro foi o principal responsável pelo empate contra o Botafogo. Para o jogador, Raphael Claus deixou de marcar um pênalti, que prejudicou os mineiros.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Pênalti claro. O que mais deixa a gente abismado é o quatro arbitro, que está ali só para olhar este tipo de lance e não marca. Eu lá do outro lado vi que foi pênalti, mas a gente tem que valorizar este empate, porque demos uma evoluída, mas tempos que melhorar ainda mais. Vamos juntar forças para ir para Recife e fazer um bom jogo lá", declarou.

O atacante Diego Tardelli deixou o campo lesionado, mas assim como Pierre, atribui o resultado desta quarta-feira, a atuação da arbitragem, que deixou de marcar vários lances em favor do Galo. "A gente pode melhorar mais ainda, mas hoje a arbitragem tomou conta do jogo, mas tirando isso a equipe mostrou vontade até o final", comentou.

Autor do gol de empate, aos 48 minutos do segundo tempo, Luan desabafou no final do jogo e disse que o 2 a 2 teve sabor de vitória. "Sei como é ficar um tanto de jogos sem fazer gol, a gente precisando do resultado. Fiquei chateado por ter tomado o terceiro cartão, queria jogar, mas é um empate com gosto de vitória, que faz a gente distanciar da zona de rebaixamento", afirmou.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.