Pego no antidoping, Alan é suspenso e desfalca a Chapecoense por seis meses

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Lateral vinha sendo um dos destaques da equipe catarinense na campanha da Série B

Divulgação/Site oficial da Chapecoense
O lateral Alan vinha sendo um dos destaques da Chapecoense na Série B

Vice-líder da Série B do Campeonato Brasileiro, a Chapecoense ganhou um problema para o resto da disputa da competição. Flagrado no exame antidoping, o lateral-esquerdo Alan foi julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) na noite desta terça-feira, e recebeu suspenso de seis meses.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Infelizmente, em um dia festivo para o time, ganhamos do Atlético-GO, mas ele foi punido por seis meses. Vamos ter que procurar agora substituí-lo", disse Mauro Stumpf, diretor de futebol da Chapecoense, em entrevista à rádio Super Condá.

Confira a classificação atualizada da Série B

O jogador testou positivo para a substância hidroclorotiazida - diurético que pode "mascarar" o uso de substâncias capazes de aumentar o rendimento do atleta - no exame feito após a partida contra o ABC, vencida por 5 a 1 pela Chapecoense, na quinta rodada da Série B.

Veja também: Bruno Rangel descomplica, e Chapecoense atropela Atlético-GO

Um dos destaques da boa campanha do time catarinense na segunda divisão nacional, Alan despertou o interesse de grandes clubes da Série A, como Corinthians e Internacional.

Leia tudo sobre: alanChapecoenseSérie B

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas