Orçamento do clube é 1,5% do que arrecada o Corinthians e campanha já garantiu o pagamento dos compromissos da temporada

Elenco do Luverdense custa R$ 250 mil por mês
Divulgação/Luverdense
Elenco do Luverdense custa R$ 250 mil por mês

A disparidade entre Corinthians e Luverdense, rivais nas oitavas da final da Copa do Brasil, vai além do campo. Campeão do mundo, o Corinthians visita o time da Série C em Mato Grosso e evidencia o que a Copa do Brasil oferece de mais atrativo: um duelo raro de times com realidades bem diferente.

O Luverdense não passa dificuldades financeiras. É organizado, está a seis anos na Série C, estável, mas arrecada por ano, segundo o seu presidente, Helmute Laswich, 1,5% do que o Corinthians faturou em 2012, quase R$ 4 milhões. O Corinthians fechou o ano com R$ 250 milhões de receita. "É bem pouquinho perto do que o Corinthians ganha. Não vou falar valores, mas se o Corinthians fatura  R$ 250 milhões, mas pegamos 1,5% disso", disse Laswich ao iG . O Corinthians joga em Lucas do Rio Verde no dia 21 de agosto. 

Leia também: Luverdense não abre mão de estádio de 5 mil lugares para receber Corinthians

A folha salarial do clube é de R$ 250 mil por mês. O elenco do time de Lucas do Rio Verde conta com 32 jogadores. Com este valor, o Corinthians não consegue nem mesmo pagar o que recebe Alexandre Pato por mês. O fatura ganha o dobro. "É muito diferente, né? Mas estamos conseguindo pagar em dia e isso é o mais importante", conta Laswich, presidente do clube desde 2004, ano de fundação do clube, joia da cidade de 25 anos e uma das mais desenvolvidas do centro-oeste brasileiro.

Luverdense eliminou Tupi, Bahia e Fortaleza antes de entrar no caminho do Corinthians
Divulgação/Luverdense
Luverdense eliminou Tupi, Bahia e Fortaleza antes de entrar no caminho do Corinthians

Por conta da boa campanha na Copa do Brasil, o Luverdense já recebeu uma premiação de R$ 1,2 milhão da CBF. A equipe eliminou Tupi-MG, Bahia e Fortaleza. Se passar pelo Corinthians receberá mais R$ 500 mil. Seria praticamente metade do que o clube planejava arrecadar no ano.

"Mais do que dinheiro, o que importa é o prestígio de estar vivendo este momento. Vamos com muito profissionalismo tentar surpreender. Receber o campeão do mundo na nossa cidade vai ser motivo para muita festa". O estádio Passo das Emas, para cinco mil pessoas, deve receber arquibancadas provisórias para ampliar a capacidade. Jogar em outra cidade está fora de cogitação. "Não há dinheiro que pague este momento para Lucas do Rio Verde".

O clube é terceiro no grupo A da Série C. Classificam-se os quatro primeiros. Pelo regulamento da competição, após dois duelos contra um dos classificados do grupo B o vencedor do confronto garante vaga na Série B de 2014. Em 2012 a equipe chegou ao mata-mata, mas perdeu a classificação para a Chapecoense. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.