Tite confia em Guerrero e vê situação diferente da baixa de Liedson em 2011

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Técnico do Corinthians elogia o jogador peruano, diz que ele trabalha sério e que logo "as coisas vão voltar a acontecer"

Paolo Guerrero marcou só uma vez nos últimos 14 jogos, mas ainda é o artilheiro do Corinthians na temporada, com 13 gols, e conta com a confiança de Tite. Mesmo balançando a rede menos do que costuma, o peruano tem feito um bom trabalho e recebido elogios do chefe.

Marcos Bezerra/Futura Press
Guerrero, atacante do Corinthians

O que acha da atuação de Guerrero pelo Corinthians? Comente com outros leitores

"Contra o Grêmio, ele teve quatro finalizações, todas precisas. Em uma delas, aconteceu o gol do Emerson. Uma hora outros vão construir, e a bola vai sobrar para ele. É só continuar trabalhando a precisão nas finalizações, e as coisas vão acontecer. Ele trabalha sério", afirmou o técnico.

Para o gaúcho, a situação é diferente da vivida por Liedson no primeiro semestre do ano passado. Importante na conquista do Campeonato Brasileiro de 2011, o centroavante passou a ter dificuldades --- especialmente com um joelho problemático --- e perdeu a posição antes deixar o clube.

"Era um momento em que ele estava tecnicamente abaixo, diferentemente do Guerrero. Uma coisa é ter bom desempenho e não conseguir finalizar. No caso do Liedson, o desempenho não estava bom, a gente estava buscando uma retomada", comentou o treinador.Por outro lado, Guerrero tem Alexandre Pato no banco, algo que não acontecia com Liedson. Quando o antigo camisa 9 caiu de rendimento, Tite teve de adaptar o time revezando Danilo e Alex no comando do ataque. De qualquer maneira, mesmo em jejum, o peruano tem mostrado mais do que o concorrente.

"Eu procuro o real. Não sou otimista ilusório e não gosto do cara que vive com uma nuvenzinha na cabeça. O Guerrero faz o pivô para o jogador que infiltra, retém a bola para que o time saia, passa para quem chega", disse o comandante, antes de descrever a jogada do primeiro gol do Timão na vitória sobre o Grêmio.

No lance, um tiro de meta desviado por Danilo, o centroavante prende a bola, abre a jogada e depois recebe de Romarinho para bater bem. Dida fez boa defesa, e Emerson apareceu para aproveitar o rebote. "Na descrição do lance a gente vê a importância do Guerrero", resumiu Tite.

Leia tudo sobre: GuerreroTiteCorinthiansbrasileirao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas