Remanescente de 2011, Arouca descarta "revanche" do Santos contra o Barcelona

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Além dele, os zagueiros Edu Dracena e Durval e o lateral Léo estavam na final do Mundial daquele ano, no Japão

Um dos remanescentes da equipe titular do Santos derrotada pelo Barcelona (Espanha), na final do Mundial de Clubes da Fifa de 2011, disputado no Japão, o volante Arouca descartou qualquer clima de revanchismo para o amistoso com os catalães, que será disputado nesta sexta-feira, a partir das 16h30 (horário de Brasília), no Camp Nou.

Santos e Neymar se reencontram em primeiro jogo de atacante no Camp Nou

"Não vamos entrar com pensamento de revanche. Nós vamos procurar fazer o melhor. Sabemos que será uma partida difícil, pois estaremos jogando contra uma grande equipe, uma das melhores do futebol mundial", disse o meio-campista, que ao lado dos zagueiros Edu Dracena e Durval, além do lateral-esquerdo Léo, disputaram o confronto com o Barça no ano retrasado e permanecem na equipe santista.

Divulgação
Arouca esteve na final do Mundial de 2011, vencida pelo Barcelona

Na ocasião, Neymar estava do lado alvinegro. Agora camisa 11 do time catalão, o atacante é visto como uma das principais preocupações do Santos para o amistoso, válido pelo Troféu Joan Gamper, tradicional torneio de pré-temporada promovido pelo Barcelona.

Neymar visita concentração do Santos antes de amistoso desta sexta

"Sem dúvida, ainda mais com o Neymar do lado deles. O Barcelona fica mais forte com ele. Mas tentaremos fazer o nosso papel, como o Claudinei (Oliveira, técnico interino) vem pedindo. É sempre bom disputar desafios e queremos sempre evoluir", concluiu Arouca.

Leia tudo sobre: SantosAmistosoBarcelonaAroucaEspanhaMundial de ClubesFutebol Mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas