Guto Ferreira defende Lauro e quer a Portuguesa recuperada psicologicamente

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Goleiro teria falhado no gol de empate do Criciúma, já no final do jogo no Canindé

O técnico da Portuguesa, Guto Ferreira, saiu em defesa do goleiro Lauro após o empate por 1 a 1 com o Criciúma, nessa quarta-feira. O arqueiro foi acusado pela torcida rubro-verde de falhar no lance do gol adversário, que saiu aos 47 minutos do segundo tempo. Mesmo assim, recebeu o apoio do treinador.

"Não dá para jogar o cara para as piranhas. Ainda preciso analisar o lance, não vi a quantos passos ele estava da bola, se foi erro dele mesmo. Tenho que avaliar se não foi o nosso meio-campo que se desligou e não acompanhou a jogada", disse em entrevista coletiva após a partida.

Quando o jogo já se aproximava do final e a Portuguesa parecia prestes a conquistar três pontos, Daniel Carvalho, do Criciúma, cruzou a bola na área. Lauro tentou chegar na bola, mas não conseguiu, e Elton garantiu o empate para a equipe catarinense, para a irritação das arquibancadas do Canindé.

E essa não foi a primeira vez que a Portuguesa perdeu pontos no final de um jogo. Contra Atlético-PR (derrota por 3 a 2) e Náutico (empate por 2 a 2), a Lusa cedeu gols decisivos nos minutos finais. Por isso, Guto quer ver a equipe fortalecida dentro de campo, mas também mentalmente.

"Só erra quem está lá dentro. Neste momento, meu trabalho é recuperar os jogadores, tanto física quanto psicologicamente, para as próximas partidas", afirmou.

Além da preparação física e psicológica, Guto Ferreira terá que lidar com as lesões do elenco rubro-verde nos próximos dias. Ao todo, são sete atletas no departamento médico. No próximo domingo, a Portuguesa enfrenta o Vitória no Barradão. A Lusa é a vice-lanterna do Brasileiro.

Leia tudo sobre: portuguesaguto ferreiralaurobrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas