Fred se redime de pênalti perdido, castiga ex-clube e lembra de Abel

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante marcou o gol da vitória do Fluminense sobre o Cruzeiro no Maracanã, resultado que tirou time carioca da zona de rebaixamento do Brasileirão

Wagner Meier/Agif/Gazeta Press
Fred marcou gol da vitória do Fluminense

Fred voltou da seleção brasileira em alta com o título da Copa das Confederações e o posto de vice-artilheiro do torneio. No retorno ao Fluminense, porém, os gols custaram a sair e o centroavante foi até expulso contra o Vasco. Nesta quarta-feira, ele por pouco não viveu nova noite infeliz ao perder pênalti, mas buscou a redenção e marcou o gol da vitória sobre o Cruzeiro por 1 a 0.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Ainda no primeiro tempo da partida no Maracanã, a primeira sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, o Fluminense tinha dificuldades para encontrar espaços na defesa cruzeirense quando Fred teve a chance de abrir o placar em penalidade. O camisa 9 bateu no canto esquerdo, Fábio defendeu, o atacante pegou o rebote no canto direito e viu o goleiro defender novamente.

"No lance do pênalti o Fábio foi muito bem. Eu tenho meu estilo de bater. Ontem no treino bati 30 pênaltis e fiz a maioria. No jogo o mérito é do goleiro, mas às vezes você não bate tão bem. Mantive a tranquilidade e o grupo me ajudou, todo mundo me deixou muito tranquilo", exaltou o centroavante.

Além do sossego particular com a atuação no Maracanã, Fred também usou a vitória para agradecer à comissão técnica de Abel Braga, demitido na última segunda-feira. O trabalho de Vanderlei Luxemburgo e seus auxiliares para reanimar o elenco após a série de cinco derrotas seguidas e a queda de Abelão também foi valorizado.

"O grupo dedica essa vitória a essa comissão nova e ao Abel. São pessoas que fizeram amizade com a gente, que conquistaram muitas coisas. Recebemos várias mensagens, fico até um pouco emocionado por criar uma amizade dessas em que o treinador é demitido e mesmo assim manda mensagem para todo mundo. Isso nos da mais força para vencer por eles, por todos nós e pelos que chegaram", garantiu.

Já sobre a comemoração efusiva, quando chegou a socar a bandeirinha de escanteio, no momento em que marcou o único gol do confronto, Fred negou que tenha desrespeitado o time que o projetou para o futebol há quase dez anos: "Vou comemorar sempre que fizer gols aqui pelo Fluminense".

Leia tudo sobre: fluminensebrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas