Jogador do Atlético-GO foi punido com um ano de suspensão pelo STJD em 2012, após testar positivo no controle antidoping em duas partidas do Brasileirão pelo uso de HCT

Nesta semana, o Atlético-GO anunciou seu principal reforço para a sequência da Série B do Brasileirão. E ele veio do próprio clube. O meia Bida, suspenso desde o ano passado por doping, recebeu o visto positivo da CBF e está liberado para voltar a atuar.

O jogador foi punido com um ano de suspensão pelo STJD (Supremo Tribunal de Justiça Desportiva) em 2012, após testar positivo no controle antidoping em duas partidas do Campeonato Brasileiro pelo uso de HCT (o diurético "hidrochlorothiazide").

Como cumpriu a pena, o atleta foi informado pela Fifa que o TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), com sede na Suíça, cancelou o julgamento que estava marcado para o dia 20 de agosto.

Desta forma, Bida aguardava a autorização da CBF para poder voltar a disputar partidas oficiais. No último fim de semana, o meia até viajou com a delegação para a partida contra o Avaí, em Florianópolis, pela Série B, mas foi deixado de fora por precaução, temendo uma possível punição ao Atlético-GO por uma escalação irregular do atleta.

Durante todo o período que esteve afastado, Bida treinou normalmente no clube e, portanto, tem condições de jogo para voltar a atuar já no sábado, quando o Dragão enfrenta o Paraná, pela 11ª rodada da Série B. Desde 2011 no rubro-negro goiano, o meia de 28 anos já disputou 70 partidas pelo clube, marcando 13 gols.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.