Corinthians acaba com série negativa e vence o Grêmio

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Emerson Sheik e Alexandre Pato marcaram os gols da vitória de 2 a 0 do Corinthians, nesta quarta-feira, no Pacaembu

Marcos Bezerra/Futura Press
Guerrero finaliza para o gol no jogo contra o Grêmio

O Corinthians teve nesta quarta-feira um melhor desempenho do que vinha apresentando e voltou a vencer. Após uma derrota e dois empates no Campeonato Brasileiro, a equipe criou mais e triunfou sobre o Grêmio por 2 a 0.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com o resultado no Estádio do Pacaembu, a equipe de Tite chegou aos 14 pontos e passou para a metade de cima da tabela de classificação da competição.  Já o Grêmio, estacionado nos 15 pontos, está imediatamente à frente.

Veja a classificação do Brasileirão

Só o Corinthians buscou o ataque no primeiro tempo, e o prêmio foi um gol de Emerson -- em posição irregular -- após chute de Guerrero. O Grêmio saiu para o jogo na etapa final, equilibrou as ações e chegou a acertar o travessão, mas foi castigado em escanteio no qual Paulo André desviou e Alexandre Pato concluiu em cima da linha.

O jogo

O Corinthians teve mais presença no campo de ataque em todo o primeiro tempo. A defesa não tinha grandes problemas em neutralizar Kleber e Barcos, o que impedia o ataque do Grêmio de prender a bola e permitir a chegada da linha de quatro meio-campistas.

Com a posse do esférico, o Timão voltava a enfrentar alguma dificuldade para furar o bloqueio, mas conseguia saída pelos lados, com Romarinho e Emerson bastante ativos na direita e na esquerda, respectivamente. E as coisas ficaram mais complicadas para os visitantes com a lesão muscular de Zé Roberto, substituído por Guilherme Biteco aos 19 minutos.

Quando saía das pontas e achava Guerrero na meia-lua, o Alvinegro chegava com perigo. Aos 33 minutos, após um tiro de meta que achou o sempre ótimo pelo alto Danilo, Guerrero prendeu a bola e permitiu que Danilo achasse Romarinho. A bola voltou ao peruano, que foi esperto e bateu cruzado da entrada da área. Dida fez a defesa parcial, e Emerson, em posição duvidosa, marcou.

Assista aos gols:

Na etapa final, depois de 47 minutos em que ficou muito atrás e não incomodou Cássio, o Grêmio adiantou a sua marcação e passou a jogar. Com dois times interessados no gol, melhorou a partida, com os visitantes levando perigo pelo alto e os locais incomodando em lances rápidos.

Dos 12 aos 16 minutos, houve chances seguidas para os dois times. Primeiro, Romarinho recebeu lançamento de Emerson, tocou para Danilo, recebeu um passe de letra e bateu à direita. Na sequência, Elano cobrou falta e Riveros acertou o travessão de cabeça. O contra-ataque teve Guerrero levando vantagem sobre a marcação e finalizando à direita.

Renato Augusto entrou aos 18, substituindo Romarinho, que estava muito bem. E aumentaram as dificuldades defensivas do Corinthians, que passou a sofrer pressão dos gaúchos e sofrer com a insegurança de Cássio na noite. Aí Tite, aos 25, colocou Pato no lugar do Guerrero para aproveitar sua velocidade nos contragolpes.

Renato Gaúcho tentou a sorte com a entrada de Vargas, mas não conseguiu o que buscava. Aos 35, após batida de escanteio da esquerda e desvio de Paulo André, Alexandre Pato concluiu desajeitado quase dentro do gol. Zagueiro e atacante comemoraram o gol que sacramentou o triunfo alvinegro.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 GRÊMIO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 31 de julho de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Jínior (MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Dibert Pedrosa Moises (RJ)
Público: 23.849 pagantes
Renda: R$ 737.112,50
Cartões amarelos: Pará, Elano e Werley (Grêmio)
Gols: Emerson, aos 33 minutos do primeiro tempo, e Alexandre Pato, aos 35 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Igor; Ralf, Guilherme, Romarinho (Renato Augusto), Danilo e Emerson (Douglas); Guerrero (Alexandre Pato)
Técnico: Tite

GRÊMIO: Dida; Pará, Werley, Bressan e Alex Telles; Riveros, Adriano, Elano e Zé Roberto (Guilherme Biteco, depois Vargas); Kleber e Barcos (Lucas Coelho)
Técnico: Renato Gaúcho

Leia tudo sobre: CorinthiansGrêmiobrasileirão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas