Gol de Kingsley Boateng na disputa pelo terceiro lugar da Copa Audi decretou a 14ª partida sem vitórias do time paulista

Boateng chuta e Dênis não evita o gol do Milan
Matthias Schrader/AP
Boateng chuta e Dênis não evita o gol do Milan

O São Paulo entrou em campo com apenas três titulares nesta quinta-feira e até fez um bom primeiro tempo, mas foi derrotado pelo Milan por 1 a 0, encerrando sua participação na Copa Audi em quarto lugar. O segundo revés em dois dias na Allianz Arena, este com gol de Kingsley Boateng, aumenta para 14 o número de partidas seguidas sem vitória da equipe brasileira.

Comente esta notícia com outros torcedores

O próximo compromisso do time treinado por Paulo Autuori será em Lisboa, no sábado, contra o Benfica. A partida é válida pela Copa Eusébio, segundo torneio amistoso da excursão-paulina, que terminará na quarta-feira, no Japão, onde encara o Kashima Antlers, pela Copa Suruga (única competição oficial da viagem).

Nesta quinta-feira, para evitar maior desgate, só três jogadores foram mantidos em relação ao time que perdeu para o Bayern de Munique: os laterais Douglas e Silvinho e o volante Rodrigo Caio, único homem de marcação no meio-campo. Lucas Evangelista, Maicon e Ganso (capitão nesta quinta-feira, já que o goleiro era Denis, e não Rogério Ceni) tinham a missão de municiar a dupla de atacantes Silvinho e Aloísio.

Diante de um adversário igualmente descaracterizado, o São Paulo se comportou de maneira bem diferente da estreia, quando atuou quase sempre com seus 11 homens atrás da linha da bola, à espera de contragolpes. Contra o Milan, a equipe brasileira não se limitou a defender e criou oportunidades de balançar a rede logo nos minutos iniciais do primeiro tempo.

Leia mais : Ex-companheiros no Bayern, Élber lamenta situação de Lúcio no São Paulo

Aos cinco, Silvinho disparou com liberdade em direção à grande área e tocou para Ganso. O meia perdeu a passada, mas ainda se recuperou ao girar sobre a marcação e bater no canto esquerdo de Amelia, que se esticou e espalmou para escanteio. O goleiro italiano salvaria seu time mais vezes antes do intervalo. Antes disso, foi o Milan quem assustou a meta de Denis, que iniciou a partida aparentemente nervoso ao soltar uma bola de fácil defesa.

As chegadas italianas conseguiam furar a zaga são-paulina, nesta quinta-feira armada com os reservas Edson Silva e Lucas Silva, mas não eram trabalhadas com muito capricho. El Shaarawy chegou a estar de frente para Denis e chutou fraco. Nos outros lances, o goleiro brasileiro se antecipou e agarrou a bola com tranquilidade ou, no caso de arremate de Petagna, contou com ajuda do travessão.

O São Paulo quase abriu o placar com Maicon, aos 31 minutos. O meia arriscou da meia esquerda e viu Amelia espalmar, no ângulo direito. Três minutos depois, Aloísio aproveitou desarme de Lucas Evangelista para chutar de primeira, da meia-lua, e parar novamente no goleiro italiano. Um primeiro tempo equilibrado, com ligeira vantagem do Milan na posse de bola, não traduzida em superioridade de fato.

No intervalo, Autuori fez quatro alterações. Sacou Douglas, Reinaldo, Edson Silva e Rodrigo Caio para colocar Lucas Farias, João Schmidt, Rafael Toloi e Wellington. Mas seria uma substituição de Massimiliano Allegri que teria mais efeito: Kingsley Boateng entrou no lugar de El Shaarawy e, aos sete minutos, recebeu passe de Emanuelson nas costas de Lucas Silva, invadiu a área e pôs a bola entre as pernas de Denis.

Aos 14 minutos, Silvinho tentou enfiar bola para Ganso por trás da marcação, mas o meia foi derrubado com falta por Poli, perto da área. Sem Rogério Ceni - o goleiro chegou a ser filmado e apareceu no telão do estádio neste momento -, o batedor foi Maicon, que não levou perigo algum ao gol de Amelia, chutando por cima do travessão. Na sequência, Autuori mexeu em mais três posições.

Com Jadson, Roni e Ademilson nos lugares de Ganso, Silvinho e Aloísio, o São Paulo não melhorou. Osvaldo também entrou em campo mais tarde, na vaga de Lucas Evangelista. Nada que ameaçasse o triunfo do Milan na Allianz Arena.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 MILAN

Local: Allianz Arena, em Munique (Alemanha)
Data: 1º de agosto de 2013 (quinta-feira)
Horário: 13h15 (de Brasília)
Árbitro: Gunter Perl (ALE)
Assistentes: Georg Schalk (ALE) e Lothar Ostheimer (ALE)
Cartões amarelos: Roni (São Paulo); Poli (Milan)

Gol: MILAN: Kingsley Boateng, aos sete minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Douglas (Lucas Farias), Edson Silva (Rafael Toloi), Lucas Silva e Reinaldo (João Schmidt); Rodrigo Caio (Wellington), Lucas Evangelista (Osvaldo), Maicon (Fabrício) e Ganso (Jadson); Silvinho (Roni) e Aloísio (Ademilson)
Técnico: Paulo Autuori

MILAN: Amelia; Pacifico, Zaccardo, Vergara e Emanuelson; Cristante, Poli (Traoré) e Nocerino; Niang (Constant), Petagna (Kevin-Prince Boateng) e El Shaarawy (Kingsley Boateng)
Técnico: Massimiliano Allegri

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.