Um tribunal da Baviera vai agora decidir se acata a denúncia e abre processo contra o dirigente, que é considerado uma das maiores personalidades do futebol alemão

Se o Bayern de Munique vai muito bem dentro de campo, fora dele passa por um momento delicado. Isso porque promotores públicos da cidade de Munique denunciaram o presidente do clube Uli Hoeness, de 61 anos, por sonegação de impostos, anunciou nesta terça-feira a Justiça do estado da Baviera.

Alemão e Francês dão a largada nas ligas nacionais da Europa. Confira a agenda

Um tribunal de Munique vai agora decidir se acata a denúncia e abre processo contra o dirigente, que é considerado uma das maiores personalidades do futebol alemão e um dos principais responsáveis pelo sucesso atual do Bayern de Munique, que conquistpu tudo que disputou na temporada passada. A defesa tem um mês para se posicionar.

Uli Hoeness, presidente do Bayern de Munique
Getty Images
Uli Hoeness, presidente do Bayern de Munique

Em janeiro deste ano, Uli Hoeness denunciou a si mesmo por sonegação de impostos, na esperança de escapar da prisão por colaborar com as autoridades. Segundo matéria publicada na época pela revista alemã Focus, o presidente teria omitido rendimentos depositados numa conta na Suíça.

Apesar do escândalo, Hoeness permaneceu na presidência do clube. O conselho administrativo do Bayern de Munique rejeitou a proposta, feita pelo próprio dirigente, de se afastar do cargo até o caso ser esclarecido.

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.