Treinador estava há mais de dois anos no clube e conduziu os cariocas ao título brasileiro em 2012. "Chegou o momento de trazer novos ares", disse Peter Siemsen

Abel Braga deixa sede do Fluminense após ter sido demitido
Gazeta Press
Abel Braga deixa sede do Fluminense após ter sido demitido

Abel Braga não é mais o técnico do Fluminense . Após dois anos e um mês no cargo, a saída do treinador foi definida um dia após a derrota para o Grêmio por 2 a 0 , em Porto Alegre, no último domingo. Peter Siemsen, presidente do clube, confirmou a mudança em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Hoje a gente vem comunicar que o Abel não continuará como técnico do Fluminense", decretou Siemsen. "Comunicamos com certa emoção, até pela relação criada com o treinador, que chegou o momento de trazer novos ares para o futebol", concluiu.

Segundo o Fluminense, o acordo para a saída foi amigável e não havéra pagamento de multa rescisória. Em sua segunda passagem pelas Laranjeiras, o técnico foi campeão carioca e brasileiro no ano passado. Em 216 jogos, Abel Braga teve retrospecto de 113 vitórias, 44 empates e 59 derrotas.

"A relação do clube com o técnico é como um casamento. E a separação é a mais respeitosa possível por tudo que conquistamos juntos", disse Siemsen em coletiva.

Vanderlei Luxemburgo, Ney Franco, ambos desempregados, e Cristóvão Borges, técnico do Bahia, são os mais cotados para substituir Abel. Para a partida diante dio Cruzeiro, nesta quarta-feira, Marcelo Veiga, treinador das divisões de base, deve assumir interinamente. "Vamos trabalhar para definir o novo comandante até quarta. Caso não seja possível, temos a comissão da base qualificada para o jogo", afirmou Peter Siemsen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.