Presidente do Fluminense confirma saída do técnico Abel Braga

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Treinador estava há mais de dois anos no clube e conduziu os cariocas ao título brasileiro em 2012. "Chegou o momento de trazer novos ares", disse Peter Siemsen

Gazeta Press
Abel Braga deixa sede do Fluminense após ter sido demitido

Abel Braga não é mais o técnico do Fluminense. Após dois anos e um mês no cargo, a saída do treinador foi definida um dia após a derrota para o Grêmio por 2 a 0, em Porto Alegre, no último domingo. Peter Siemsen, presidente do clube, confirmou a mudança em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Comente esta notícia com outros torcedores

"Hoje a gente vem comunicar que o Abel não continuará como técnico do Fluminense", decretou Siemsen. "Comunicamos com certa emoção, até pela relação criada com o treinador, que chegou o momento de trazer novos ares para o futebol", concluiu.

Segundo o Fluminense, o acordo para a saída foi amigável e não havéra pagamento de multa rescisória. Em sua segunda passagem pelas Laranjeiras, o técnico foi campeão carioca e brasileiro no ano passado. Em 216 jogos, Abel Braga teve retrospecto de 113 vitórias, 44 empates e 59 derrotas.

"A relação do clube com o técnico é como um casamento. E a separação é a mais respeitosa possível por tudo que conquistamos juntos", disse Siemsen em coletiva.

Vanderlei Luxemburgo, Ney Franco, ambos desempregados, e Cristóvão Borges, técnico do Bahia, são os mais cotados para substituir Abel. Para a partida diante dio Cruzeiro, nesta quarta-feira, Marcelo Veiga, treinador das divisões de base, deve assumir interinamente. "Vamos trabalhar para definir o novo comandante até quarta. Caso não seja possível, temos a comissão da base qualificada para o jogo", afirmou Peter Siemsen.

Leia tudo sobre: fluminenseabel bragapeter siemsen

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas