Por danos morais, Renato Abreu vai acionar Flamengo na Justiça

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Intenção é que o time da Gávea seja obrigado a pagar as despesas consequentes da rescisão com o jogador, dispensado há um mês

Fabio Castro/Agif/Gazeta Press
Renato Abreu vai acionar Flamengo na Justiça

Pouco mais de um mês depois de deixar o Flamengo, o meia Renato Abreu, com seu advogado Paulo Reis, vai entrar na justiça contra o clube por danos morais. Segundo Reis, a intenção é que o time da Gávea seja obrigado a pagar as despesas consequentes da rescisão com o jogador.

Deixe seu comentário para esta notícia

"Vamos entrar com uma ação na Justiça do Trabalho postulando os direitos dele de rescisão de contrato que o Flamengo rescindiu e não pagou e ainda estamos estudando uma ação de dano moral em função do tratamento que ele recebeu por parte da diretoria", declarou em entrevista à Rádio Brasil.

A forma com que o Flamengo encerrou seu acordo com Renato Abreu impediu o atleta de continuar treinando no clube. Reis afirmou que este é o principal motivo para o meio-campista, que queria evitar o atrito, acionar o seu ex-clube na Justiça.

"Ele vai entrar com a ação justamente pedindo o dano moral em função do impedimento que está tendo de exercer a profissão dele provocado pelo Flamengo, que rescindiu o contrato, mas não levou o processo adiante", explicou o advogado.

Desde 2010 no Flamengo, Renato Abreu fez 87 jogos com a camisa do Flamengo e marcou 16 gols. Ele se destacava, principalmente, por sua habilidade em bater faltas.

Leia tudo sobre: flamengoigrjbrasileirão

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas