Kleina cobra seis pontos em casa mesmo sem achar adversários fáceis

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Depois de Icasa (nono colocado) e Bragantino (oitavo), o Palmeiras pode ter maioria da torcida também diante do São Caetano, na rodada seguinte

O Palmeiras perdeu a liderança da Série B ao empatar com o Guaratinguetá, no sábado, mas tem oportunidade de retomá-la já nesta terça-feira, quando recebe o Icasa, no Pacembu. As chances aumentam se levado em conta que a partida seguinte na competição (contra o Bragantino, na sexta) também será em casa.

Teste e próprio jogador definirão se Valdivia jogará quinta partida seguida

Nas contas de Gilson Kleina, que somou 13 pontos dos últimos 15 em disputa, apenas duas vitórias interessam. O treinador, no entanto, não acredita que seu time encontrará facilidade simplesmente por ser mandante.

Cesar Greco/Ag Palmeiras
Gilson Kleina, técnico do Palmeiras

"Temos que fazer o maior número de pontos possível. Mas temos que ter respeito com qualquer adversário. Não podemos achar que vamos ganhar ao natural, mesmo sabendo que estamos em um bom momento", disse.

Depois de Icasa (nono colocado) e Bragantino (oitavo), o Palmeiras pode ter maioria da torcida também diante do São Caetano, na rodada seguinte. O time do ABC, atualmente no 15° lugar, foi sondado e cogita levar o duelo para Campo Grande, local de grande concentração alviverde.

A preocupação inicial, porém, é o oponente cearense. Nesta segunda-feira, Kleina finaliza a preparação da equipe para enfrentar o Icasa. Ele não terá Ronny, suspenso, e espera teste físico de Valdivia para saber se terá ou não o meia chileno pela quinta partida consecutiva.

Leia tudo sobre: gilson kleinapalmeirasigspsérie b

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas